Assassinato de prefeito em interior no RN choca vereadores: “Ficava de porta aberta até tarde”
Natal, RN 16 de abr 2024

Assassinato de prefeito em interior no RN choca vereadores: “Ficava de porta aberta até tarde”

19 de abril de 2023
4min
Assassinato de prefeito em interior no RN choca vereadores: “Ficava de porta aberta até tarde”

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O assassinato de Joseilson Borges da Costa, de 43 anos, mais conhecido como Nenem Borges, prefeito do município de São José de Campestre, que fica a cerca de 100 quilômetros de Natal, chocou familiares, moradores e os vereadores da cidade. Nenem morreu no fim da noite desta terça (17), depois de ser atingido por três tiros na região da face quando estava deitado no sofá de casa.

De acordo com a Polícia Civil, o crime teria ocorrido por volta das 23 horas e a arma utilizada foi um revólver calibre 38. O suspeito teria pulado o muro de uma escola abandonada, passado por um beco e entrado na casa de Nenem pelo portão, que estava aberto.

As portas dele estavam sempre abertas até meia noite, o pessoal gostava de ficar lá conversando, a casa era sempre cheia de gente. É um negócio sem explicação, ontem estávamos num aniversário, almoçamos juntos, animado, cheio de planos pela frente, aí chega a noite e acontece um negócio desses”, lamenta o vereador Alex de Bal (PSDB).

O suspeito conseguiu fugir e nada foi levado da casa do prefeito. São José de Campestre é uma pequena cidade com cerca de 12 mil habitantes, segundo o IBGE. Na última conversa com o amigo, o vereador relatou que Nenem estava descontraído e não tinha relatado ter recebido qualquer tipo de ameaça.

A cidade está em luto, é um cara que vinha fazendo um bom trabalho. Sobre ameaça, eu acredito que não, ele nunca falou, também perguntei à esposa dele e ela disse que não. É complicado, é uma situação que...só Jesus”, relata Alex de Bal.

Nenem Borges assumiu o cargo de prefeito pela primeira vez em abril de 2018, quando era presidente da Câmara Municipal da cidade, depois que o Tribunal Regional Eleitoral cassou o diploma da então prefeita da cidade e sua vice, Maria Alda Romão Soares e Eliza Assis de Oliveira Borges, que responderam a processo por captação ilícita de votos e abuso do poder econômico.

Em junho do mesmo ano Nenem foi eleito por meio de eleições suplementares, sendo reeleito pelo MDB em 2020. Ele também era tio da vereadora Ana Clara Borges (PP), que disse não ter condições de falar, ao ser procurada pela Agência Saiba Mais. Nenem Borges era agricultor, casado e pai de dois filhos. Ele faria 44 anos no dia 1º de maio.

Prioridade

Por meio de nota, o Governo do Estado, através da Polícia Civil, declarou que o caso está sendo tratado com prioridade.

"Além do local do crime ter sido feito de imediato, equipes da 6° Delegacia Regional de Polícia (6°DRP) passaram a dar apoio investigativo à delegacia do município. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está acompanhando o trabalho investigativo que vem sendo realizado desde a madrugada de hoje. O caso está sendo tratado pela instituição com a importância e prioridade que um fato de tamanha gravidade merece".

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Nenem Borges I Foto: reprodução redes sociais
Nenem Borges I Foto: reprodução redes sociais
Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.