Lula pede para ser cobrado por movimentos sociais e ironiza Bolsonaro: “nem deve ter dormido depois do Datafolha”  

O ex-presidente participou nesta sexta-feira (28) de um encontro com diversas lideranças e ativistas de movimentos sociais e populares, em São Paulo. A Agência Saiba Mais acompanhou o evento.

Assessor de Girão pede desculpas por arrancar faixa na UFRN, justifica acesso a cotas por descendência indígena e corrige Saiba Mais: “Ganho quase R$ 9 mil”

Estudante pede desculpas e avalia que se excedeu ao arrancar faixa com frase de Karl Marx de corredor de aulas da UFRN.

Nos primeiros quatros meses de 2022, RN tem recorde de crianças registradas sem nome do pai

Nos primeiros quatro meses deste ano, 699 crianças foram registradas no RN sem o nome do pai. Isso representa 5,6% de todas as crianças registradas no RN (12.409) e é a maior proporção para este quadrimestre dos últimos cinco anos. No mesmo período de 2021, 5,17% das recém-nascidos registradas no RN tinham apenas o nome da mãe; no ano anterior (2020), essa proporção era ainda menor: 4,91%; 2019, foi de 5,29% dos recém-nascidos; e em 2018, 4,99% das crianças registradas no primeiro quadrimestre do ano não tinham o nome do pai.

Trabalhadores da Datanorte, Ceasa e Emparn terão aposentadoria compulsória aos 75 anos

O pedido para que a aposentadoria compulsória dos empregados públicos, contratados mediante regime celetista, tivessem aposentadoria compulsória somente ao completarem 75 anos de idade, e não aos 70 anos, partiu do Sinai.

TCU aciona TSE e aponta risco de uso eleitoral em pesquisa de R$ 13 milhões contratada pelo ministério de Fábio Faria

O Tribunal de Contas da União decidiu informar ao Tribunal Superior Eleitoral sobre a possibilidade de utilização indevida de pesquisas de opinião contratadas pelo Ministério das Comunicações, comandado pelo potiguar Fábio Faria. As pesquisas foram contratadas em 2022 pelo Ministério de Fábio Faria ao custo de R$ 13,5 milhões e o objetivo é “avaliar a percepção da sociedade sobre políticas, programas e ações desenvolvidas pelo governo”.

UFRN recruta voluntários para tratamento contra a depressão; Natal é 2ª do Nordeste com mais diagnóstico da doença

O Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (ICe-UFRN) vai iniciar os testes clínicos com cetamina para depressão. A equipe é formada pelos professores Dráulio de Araújo e Fernanda Palhano-Fontes (ICe/UFRN), Nicole Galvão-Coelho (DFS/CB/UFRN), e Patrícia Cavalcanti e Emerson Arcoverde, do Departamento de Psiquiatria do Huol.