Rede anuncia apoio à Fátima; PSOL e Solidariedade decidem até quinta  

Rede é o partido do capitão Styvenson Valentim, eleito para o Senado com mais de 745 mil votos. O deputado estadual eleito Sandro Pimentel confirmou que também foi procurado por Fátima Bezerra. Kelps Lima (Solidariedade) foi procurado por PT e PDT

Deputada federal eleita, Natália Bonavides se consolida como nova liderança no PT

Aos 30 anos de idade, a advogada Natália Bonavides é a candidata do PT no Rio Grande do Norte mais jovem a chegar a Câmara dos Deputados. Com quase 113 mil votos, a petista rompeu a bolha e chega com força e liderança no melhor momento do Partido no Estado potigua

Segmento evangélico só elege um deputado no RN

Dos quatro candidatos ligados ao segmento evangélico que disputaram eleição em 2018, apenas o deputado estadual Albert Dickson (Pros) conseguiu renovar o mandato na Assembleia Legislativa. A família Jácome perdeu os dois cargos que disputou.

Haddad x Bolsonaro: Nordeste resiste e leva eleição presidencial para o 2º turno

Bolsonaro venceu nas regiões Sul, Sudeste, Centro-oeste e Norte. Haddad levou a melhor na região Nordeste e só não venceu no Ceará, onde Ciro Gomes obteve mais votos que os demais candidatos. Jair Bolsonaro obteve 46,03% contra 29,28% de Fernando Haddad.

Velha política: RN “aposenta” Garibaldi Alves e José Agripino Maia

Desde a década de 1970, quando José Agripino Maia (DEM) e Garibaldi Alves (MDB) iniciaram na política como prefeito biônico de Natal e deputado estadual, respectivamente, os dois não ficavam sem mandatos no Rio Grande do Norte.

Ou é o começo do fim ou é o fim (do fascismo)

O papel fundamental de um movimento orquestrado por mulheres no combate ao ódio e em defesa das minorias no Brasil. Repórter Renata Bezerra acompanha 2ª manifestação #EleNão , em São Paulo, e conta como foi o protesto na véspera da eleição mais polarizada do período pós-redemocratização

Wilmismo renasce mais vermelho e se engaja na campanha de Fátima

Fátima Bezerra (PT) e Wilma de Faria (PSB) são mulheres, professoras e, embora tenham origens distintas, foram protagonistas de embates históricos nas eleições do Rio Grande do Norte. Na primeira eleição sem Wilma, parte do wilmismo está engajado na campanha da candidata do PT.