Novidade na Cidade Alta: por dentro do Solar Tavares de Lyra
Natal, RN 26 de mai 2024

Novidade na Cidade Alta: por dentro do Solar Tavares de Lyra

29 de abril de 2024
4min
Novidade na Cidade Alta: por dentro do Solar Tavares de Lyra

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Fotos divulgadas pelo arquiteto Haroldo Maranhão neste final de semana revelam como está fincando o Solar Tavares de Lyra, novo equipamento cultural que a Cidade Alta vai ganhar ainda neste ano.

Haroldo é responsável pelo projeto de restauração do prédio, cuja execução está sendo realizada pela empresa PS Engenharia, a mesma que cuidou do serviço de restauração do antigo Liceu Industrial de Natal.

O imóvel, centenário, foi adquirido pela Assembleia Legislativo em negociação com a Arquidiocese de Natal. E ganhou o nome de Solar Tavares de Lyra por ter servido de residência do antigo governador do estado, no início do século XX.

Segundo Haroldo, no processo de restauração foi feito um mapa de danos do prédio, com diagnóstico completo das patologias construtivas. Somente a partir desse estudo foi possível tomar as decisões sobre os tipos de interveção que seriam feitas no imóvel.

"A fachada estava bastante distruída, as paredes internas estavam desmoronando, o telhado já tinha caído, haviam muitas infiltrações, problemas no piso. A casa estava ruindo", lembra.

O arquiteto explica que no projeto evitou o "falso histórico" - quando as partes faltantes da obra original são recriadas.

Fotos: Haroldo Maranhão

"O piso de ladrinho, por exemplo, não foi possível recompor inteiramente, porque encontramos o prédio com um afundamento no piso. Decidimos preencher com cimento queimado, deixando evidente o que é novo e o que é antigo", argumenta. "Foi um trabalho de restauro e requalificação, com instalação de equipamentos de segurança, climatização e adaptação às normas de acessibilidade".

Conforme o projeto, no primeiro pavimento terá sala de exposição, recepção, banheiros, copa e um pequeno auditório. No pavimento inferior ficará a parte administrativa. O terreno do prédio se estende da Avenida Junqueira Aires até a avenida do Contorno. Um dos destaques do projeto é oferecer uma vista para o Rio Potengi, a partir de onde ficava o antigo jardim, transformado agora em mirante.

Para o projeto expográfico, a Assembleia Legislativa prevê contratar uma empresa em breve para desenvolver o trabalho. A pesquisa será feita em cima do acervo memorialístico que a própria Assembleia já dispõe, como os eixos Pioneirismo da Mulher Potiguar e o Clero na Política.

Aquisição de prédios vizinhos

Imagem do Google Maps, 2023.

A reportagem da Saiba Mais apurou que entre o Solar Tavares de Lyra e a Fundação Capitania das Artes existem outros dois imóveis antigos que foram adquiridos pela Assembleia Legislativa. Ambos estão bastante deteriorados e também vão passar por restauro e requalificação. A ideia é transformar os três prédios em um complexo. Mas de definido, por enquanto, apenas o Memorial.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.