Ciro, Alckmin, Meirelles e Boulos analisam Governo Bolsonaro nos EUA  

Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Henrique Meirelles (MDB) falam em Havard. Já Guilherme Boulos (PSOL), além de Havard, também participará de debates nas universidades de Columbia e New School, em Nova York.

Editorial: É preciso lutar pela história

Há 55 anos, o Brasil entrava numa espiral de silêncio e tortura. Um presidente da República foi deposto por um golpe de Estado e os opositores ao novo regime passaram a ser perseguidos, torturados e eliminados. O governo Bolsonaro quer reescrever essa história. Cabe ao povo lutar pela narrativa verdadeira.

Casa do Estudante vai abrigar central de Direitos Humanos e homenagem à vítima da ditadura no RN

A governadora Fátima Bezerra faz o anúncio oficial neste domingo (31) na própria sede da Casa, que vai abrigar a secretaria da Mulher, Juventude, Igualdade Racial e Direitos Humanos, além de um Memorial da Juventude. O espaço passará a se chamar Casa do Estudante Emmanuel Bezerra dos Santos, em homenagem ao estudante potiguar assassinado e torturado pela ditadura.

CNBB emite nota contra a Reforma da Previdência

Para a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a conta da transição do atual regime para o regime de capitalização, proposto pela reforma, não pode ser paga pelos pobres

O coice do coronel Azevedo na democracia

Em discurso na sessão de quinta-feira (28) na Assembleia Legislativa, o coronel Azevedo (PSL) exaltou o golpe de 1964 e a ditadura no Brasil

MPF recomenda que órgãos militares no RN não celebrem golpe de 64

A iniciativa integra uma ação coordenada, que reúne Procuradorias da República em pelo menos 19 estados. A recomendação é uma resposta à determinação do presidente Jair Bolsonaro para que o Ministério da Defesa organize nas unidades militares comemorações pelo golpe de 1964

STF deve reverter prisão após condenação em 2ª instância, diz ministro Marco Aurélio Mello

O novo julgamento está marcada para 10 de abril e, caso se confirme o prognóstico do ministro Marco Aurélio Mello, a decisão vai beneficiar o ex-presidente Lula, preso desde abril de 2018 na carceragem da Polícia Federal

Ativistas vão cobrar UFRN sobre recomendações da Comissão da Verdade

Ato de Repúdio ao Golpe Militar Fascista de 1964” foi convocado pelo Frente Antifascista Potiguar e acontece dia 1º de abril, a partir das 9h, no prédio da Reitoria da UFRN. Na ocasião, serão homenageados o ex-professor da UFRN Luiz Maranhão, além dos ex-estudantes Emmanuel Bezerra e José Silton, aluno e militante que dá nome ao Diretório Central dos Estudantes da UFRN.