Defensor da tortura e de ditadores, Bolsonaro determina comemoração do golpe de 1964 
Natal, RN 1 de dez 2023

Defensor da tortura e de ditadores, Bolsonaro determina comemoração do golpe de 1964 

26 de março de 2019
Defensor da tortura e de ditadores, Bolsonaro determina comemoração do golpe de 1964 

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar
00:00
00:00
Jair Bolsonaro determinou que o Ministério da Defesa faça comemorações nas unidades militares pelo golpe de 1964, em 31 de março. A informação foi repassada à imprensa pelo porta-voz da presidência da República, general Otávio Rêgo Barros. "Nosso presidente já determinou ao Ministério da Defesa que faça as comemorações devidas com relação ao 31 de março de 1964 incluindo a ordem do dia, patrocinada pelo Ministério da Defesa, que já foi aprovada pelo nosso presidente", afirmou. A decisão de Jair Bolsonaro é uma afronta à democracia. A Comissão da Verdade, que investigou os crimes cometidos pela ditadura militar no país, reconheceu 434 mortes e desaparecimentos durante o regime. A data festiva havia sido abolida do calendário do Exército no primeiro mandato da ex-presidenta Dilma Rousseff. Quando deputado federal, Bolsonaro já elogiou torturadores e ditadores do Brasil e de outros países da América Latina, como Augusto Pinochet, no Chile, e general Alfredo Stroessner, do Paraguai. O porta-voz da presidência declarou ainda que Jair Bolsonaro não considera um golpe a tomada de poder pelos militares após deposição do então presidente da República João Goulart: "O presidente não considera o 31 de março de 1964 golpe militar. Ele considera que a sociedade reunida e percebendo o perigo que o país estava vivenciando naquele momento, juntou-se civis e militares e nós conseguimos recuperar e recolocar o nosso país num rumo que salvo melhor juízo, se tudo isso não tivesse ocorrido, hoje nós estaríamos tendo algum tipo de governo aqui que não seria bom para ninguém", afirmou.
Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.