Em 2019, mais da metade dos adolescentes do RN já havia experimentado álcool
Natal, RN 29 de mai 2024

Em 2019, mais da metade dos adolescentes do RN já havia experimentado álcool

15 de setembro de 2021
Em 2019, mais da metade dos adolescentes do RN já havia experimentado álcool

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Pelo menos 100 mil adolescentes (54,6%) já experimentaram bebidas alcoólicas. A proporção está no mesmo nível da região Nordeste, que apresenta índice de 56,5%. No Brasil, o percentual é de 63,3%, média fortemente influenciada pelas regiões Sul (72,6%), Sudeste (66,7%) e Centro-oeste (66,1%).

As informações da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense) 2019, que reúne 19 temas (segurança, saúde mental, alimentação, atividade física e outros) que envolvem a saúde de adolescentes de 13 a 17 anos de idade de todo o Brasil.

Saiba Mais: Antes da pandemia, 39,7% dos alunos da rede pública potiguar não tinham como lavar as mãos na escola

Saiba Mais: Quase 18% das adolescentes estudantes do RN sofreram alguma violência sexual

Contato de adolescentes com drogas no RN é menor que média nacional

No estado potiguar, a proporção dos adolescentes que, alguma vez na vida, fumaram cigarro é de 15%, o equivalente a 20,7 mil pessoas. Esse percentual é menor que a média do Brasil, que tem 22,6%. Todas as unidades da federação do Sudeste, Norte e Centro-oeste possuem percentuais maiores que o Rio Grande do Norte.

Segundo o levantamento, no índice de contato de adolescentes com drogas, o RN está no mesmo nível dos demais estados da região Nordeste, com exceção de Pernambuco, cujo percentual é de 19,9%. Juntos, os nove estados da região (16,6%) têm a menor proporção de estudantes adolescentes que já fumaram entre as regiões do Brasil.

Drogas ilícitas

No Rio Grande do Norte, 9,3% dos escolares usaram drogas ilícitas alguma vez na vida, o que equivale a 17,5 mil estudantes de 13 a 17 anos de idade. A pesquisa considera drogas não permitidas por lei como maconha, cocaína, crack, cola, loló, lança-perfume, ecstasy, oxy, etc.

Nesse aspecto, a região Nordeste (7,9%) e Norte (9,3%) continuam apresentando menores proporções que as regiões Sul (16,7%), Sudeste (16,2%) e Centro-oeste (14,7%).

Em todo o Brasil (13%), 1,5 milhão de estudantes adolescentes já experimentaram drogas ilícitas.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.