Apenas 1 dos 4 inquéritos contra Rogério Marinho no STF desceu para 1ª instância
Natal, RN 25 de jun 2024

Apenas 1 dos 4 inquéritos contra Rogério Marinho no STF desceu para 1ª instância

10 de maio de 2018
Apenas 1 dos 4 inquéritos contra Rogério Marinho no STF desceu para 1ª instância

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Dos quatro inquéritos abertos no Supremo Tribunal Federal contra o deputado federal Rogério Marinho (PSDB), apenas um desceu, até o momento, para a primeira instância em Natal.

Como a decisão do ministro Dias Toffoli foi publicada somente nesta quinta-feira (10), no Diário Oficial, ainda não se sabe qual das varas criminais vai julgar Marinho.

Das 17 varas criminais do Estado, 12 têm competência para julgar os crimes de peculato, o qual o deputado tucano é acusado no inquérito 4484.

A denúncia do Ministério Público que deu origem ao inquérito no STF é referente à suposta contratação, por Rogério Marinho, de funcionários fantasmas via Câmara Municipal nas gestões em que foi presidente da Casa e na posterior, presidida pelo vereador Dickson Nasser. Alguns desses servidores, segundo depoimentos dos próprios "fantasmas", trabalhavam em empresas privadas do parlamentar.

Os demais inquéritos que correm contra Rogério Marinho também podem descer, mas vai depender da decisão de cada ministro relator. Alguns magistrados já declararam que vão manter no STF processos mais adiantados, em fase de conclusão.

O inquérito 4484 sobre a contratação de funcionários fantasmas por Rogério Marinho foi protocolado no STF em 27 de abril de 2017.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.