Sargento Regina defende aldeia Katu na rota turística do RN
Natal, RN 17 de jul 2024

Sargento Regina defende aldeia Katu na rota turística do RN

24 de julho de 2018
Sargento Regina defende aldeia Katu na rota turística do RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A pré-campanha da deputada estadual sargento Mary Regina (PT) tem chamado a atenção pelas pautas relacionadas à defesa dos Direitos Humanos.

Semana passada, a policial militar criticou o edital da PM por destinar apenas 6% das vagas para as mulheres, levantando a bandeira da valorização da mulher dentro da instituição.

Nesta segunda-feira (22), Mary Regina esteve na aldeia Katu, localizada entre os municípios de Goianinha e Canguaretama. No encontro, a pré-candidata ouviu as principais queixas da tribo. O cacique Luiz Katu afirmou que uma das dificuldades da comunidade indígena está na execução efetiva de políticas públicas destinadas à saúde, cujo acesso é precário em razão da distância dos centros urbanos.

Falta apoio também para a educação escolar indígena. A região abriga a primeira escola indígena do Rio Grande do Norte.

O cacique ainda ressaltou a importância da independência econômica a partir da exploração sustentável dos recursos naturais. A comunidade criou o turismo sustentável e oferece aos turistas uma experiência de contato com a natureza.

Durante a visita, sargento Regina destacou a paciência e a resistência do projeto, que inclui trilha agroecológica, visita à nascente de água mineral, além de pintura corporal. E se comprometeu a lutar para inserir a aldeia Katu na rota turística do Estado:

- A aldeia, com seus recursos próprios, abriu essa oportunidade para as pessoas conhecerem a realidade. Agora é preciso que os gestores conheçam e abracem esse trabalho e façam com que, efetivamente, a aldeia Katu seja incluída no roteiro turístico do nosso estado, já que estamos tão próximos a duas praias muito visitadas que são Tibau do Sul e Pipa.

Saiba Mais: Concurso para a Polícia Militar no RN destina apenas 6% das vagas para mulheres

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.