General Girão pede que ministro da Educação acione AGU para manter interventor no IFRN
Natal, RN 25 de jul 2024

General Girão pede que ministro da Educação acione AGU para manter interventor no IFRN

11 de dezembro de 2020
General Girão pede que ministro da Educação acione AGU para manter interventor no IFRN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O deputado federal general Girão Monteiro (PSL) enviou nesta sexta-feira (11) um ofício ao ministro da Educação Milton Ribeiro solicitando ações junto à Advocacia Geral da União para manter, na reitoria do Instituto Federal do Rio Grande do Norte, o interventor Josué Moreira.

O ofício foi expedido poucas horas depois da juíza da 4ª Vara Federal Gisele Gisele Maria da Silva Araújo Leite determinar o afastamento de Moreira e a posse num prazo de até 5 dias do reitor eleito do IFRN José Arnóbio de Araújo Filho, o candidato mais votado nas eleições para a reitoria da instituição realizada em dezembro de 2019. O parlamentar ainda classificou a decisão da magistrada de “equivocada e contrária aos interesses do IFRN”:

Considerando os prazos exíguos (cinco dias) e por tratar-se de decisão judicial equivocada e contrária aos interesses do IFRN, solicito a V.Exa. ações junto à AGU e demais órgãos interessados no sentido de reverter a citada Sentença. Colocando-me à disposição para somar esforços pelo Brasil e pelo Rio Grande do Norte, subscrevo-me”, diz o ofício.

Girão foi responsável pela indicação de Josué Moreira, interventor que sequer participou das eleições, mas foi nomeado à revelia da comunidade acadêmica pelo ex-ministro da Educação Abraham Weintraub.

Eleito pelo Rio Grande do Norte, Girão nasceu em Fortaleza e chegou ao Estado potiguar pelas mãos da ex-governadora Rosalba Ciarlini, que o nomeou para a secretaria de Segurança Pública e Defesa Social.

Girão é um dos deputados do PSL investigados pelo Supremo Tribunal Federal no inquérito que apura o financiamento de manifestações antidemocráticas no país.

Essa semana, o deputado bolsonarista foi o único parlamentar da bancada potiguar a votar contra a adesão do Brasil à Convenção Interamericana contra o Racismo, a Discriminação Racial e Formas Correlatas de Intolerância.

Para justificar o voto, o parlamentar afirmou que não reconhece a existência do racismo no país.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.