Candidatos podem pedir reaplicação do Enem 2020 a partir de hoje (25). Exame teve a maior abstenção da história
Natal, RN 18 de jun 2024

Candidatos podem pedir reaplicação do Enem 2020 a partir de hoje (25). Exame teve a maior abstenção da história

25 de janeiro de 2021
Candidatos podem pedir reaplicação do Enem 2020 a partir de hoje (25). Exame teve a maior abstenção da história

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar
Foto: Marcello Casal Jr I Agência Brasil

A partir de hoje (25) até 29 de janeiro, o Inep vai receber os pedidos de reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio 2020 (Enem). As provas do Exame foram aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro e, para quem não lembra, muitos candidatos foram impedidos de entrar nos locais de prova pelos fiscais porque as salas tinham atingido o limite máximo de lotação. Por causa da pandemia do novo coronavírus, os locais de prova tiveram a ocupação reduzida.

Podem solicitar a reaplicação os candidatos que não fizeram as provas por problemas logísticos (falta de energia, por exemplo), pessoas que tiveram covid-19 ou outras doenças infectocontagiosas, além dos estudantes que estavam em municípios que passavam por lockdown. Para fazer a solicitação, é preciso entrar na Página do Participante e anexar identidade e documento legível que comprove a doença. Muita atenção porque na documentação exigida é preciso conter o nome completo do candidato, além do diagnóstico com descrição do paciente, o código correspondente à Classificação Internacional de Doença (CID 10), assinatura, identificação do profissional responsável com o registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), do Ministério da Saúde (RMS) ou do órgão competente, e a data do atendimento. Todo esse material precisa ser anexado em formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho de 2MB.

Abstenção histórica

Com 55,3% de candidatos faltosos no segundo dia de provas, o Enem de 2020 teve o maior índice de abstenções de sua história, desde 2009. Em todo o país, 5.523.029 candidatos se inscreveram para fazer a prova impressa, 2.842.332 (51,5%) faltaram no primeiro dia e 3.052.633 (55,33%) faltaram no segundo dia.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo exame, ainda não repassou à Secretaria de Educação do Estado as estatísticas locais sobre o número de faltosos no Rio Grande do Norte. No 1º dia, o estado teve um índice de faltosos menor que o nacional, num total de 46,9% dos candidatos ausentes.

Neste domingo (24), os candidatos responderam a 45 questões de ciências da natureza (física, química e biologia) e 45 questões de matemática. As notas do Enem são a principal forma de ingresso nas universidades públicas e instituições de ensino superior do país, através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

A expectativa, é que o gabarito oficial do Enem seja publicado no dia 27 de janeiro e o resultado, em 29 de março.

De acordo com a Polícia Militar, os dois dias de provas no RN foram considerados tranquilos. Foi utilizado um efetivo de 1.800 homens e mulheres (900 por domingo). Não houve registro de ocorrências graves. Em Santa Cruz, foi registrado um princípio de incêndio por causa de um curto circuito em uma escola onde as provas estavam sendo aplicadas. A situação foi controlada e as provas retomadas em menos de 30 minutos, segundo a PM.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.