Médico de Natal indica a paciente vídeos de Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino para tratamento precoce contra a covid-19
Natal, RN 26 de mai 2024

Médico de Natal indica a paciente vídeos de Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino para tratamento precoce contra a covid-19

30 de janeiro de 2021
Médico de Natal indica a paciente vídeos de Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino para tratamento precoce contra a covid-19

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Uma parcela da categoria médica de Natal está indo além de receitar medicamentos sem comprovação científica para o combate a covid-19. É o caso do médico e atirador esportivo natalense Bruno Matoso. Durante a semana, atendendo no pronto-socorro do hospital Rio Grande, ele indicou a uma paciente com sintomas de covid remédios como Azitromicina e Ivermectina, ambos já rejeitados pela comunidade científica mundial no combate à pandemia, e ainda recomendou que a mulher assistisse a dois vídeos no Youtube dos jornalistas Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino sobre orientações ao tratamento precoce da doença.

Garcia e Constantino não têm conhecimento técnico sobre o tema, são defensores radicais do presidente Jair Bolsonaro e vêm fazendo campanha em favor do chamado “kit-covid”, que inclui ainda a cloroquina e a hidroxicloroquina, medicamentos que também são inócuos no tratamento à covid-19, segundo as principais organizações nacionais e internacionais de saúde.

A agência Saiba Mais entrou em contato com a paciente, que pediu para não ser identificada na matéria. Ela explicou que o médico se disse imparcial durante a consulta, afirmou o que a Sociedade Brasileira de Infectologia defendia, mas disse que acreditava em outro tratamento.

Em julho de 2020, Bruno Matoso foi um dos 300 médicos de Natal a assinar um abaixo-assinado defendendo o tratamento precoce para a covid-19 com uso de remédios sem comprovação científica, a partir de protocolos aprovados pelo Ministério da Saúde e o Conselho Regional de Medicina.

 Na descrição da conta pessoal que mantém no instagram, Bruno Matoso se descreve como “um brasileiro conservador como você que quer ver o seu país melhor”.

Bruno Matoso é atirador esportivo, conservador, cristão e bolsonarista / foto: reprodução

Médico foi candidato a vereador pelo PRTB e obteve 240 votos

O médico Bruno Matoso foi candidato a vereador de Natal em 2020 pelo PRTB, partido do vice-presidente Hamilton Mourão, mas obteve apenas 240 votos. Em vídeo divulgado em 30 de outubro, próximo das eleições, se disse “cristão e conservador”, chamou de “vírus chinês” o coronavírus, afirmou que ele e a esposa contraíram a covid-19, mas ressaltou que há uma doença ainda mais perigosa: o sistema.

- Contraí o vírus chinês juntamente com minha esposa, mas quero dizer que há uma doença muito mais agressiva, um câncer que espalha suas metástases pela sociedade: o sistema. Como médico, sabemos que o remédio é amargo, mas tem que ser dado”, diz antes de citar a corrupção e a demagogia na política como “doenças que causam milhares de mortes invisíveis todos os anos”, afirmou.

Nas redes sociais, Bruno Matoso é um defensor das pautas bolsonaristas, tais como o armamento da população. Em outro vídeo divulgado para a campanha eleitoral em outubro do ano passado, o médico aparece num estande de tiro, dispara três vezes, diz que é ex-campeão brasileiro de tiro rápido e precisão, pede voto em partidos conservadores de direita e ataca a esquerda.

O médico também fez postagens questionando a vacina contra a covid-19:

“Você tomaria a vacina chinesa?”, indagou.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.