Municípios do Rio Grande do Norte são obrigados a cadastrar doses que recebem na plataforma RN + Vacina
Natal, RN 25 de jul 2024

Municípios do Rio Grande do Norte são obrigados a cadastrar doses que recebem na plataforma RN + Vacina

27 de janeiro de 2021
Municípios do Rio Grande do Norte são obrigados a cadastrar doses que recebem na plataforma RN + Vacina

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O cadastro na plataforma RN + Vacina passa a ser obrigatório para todos os 167 municípios do Rio Grande do Norte. O sistema está integrado a uma rede nacional de dados do SUS do Governo Federal, com isso, para aplicar a vacina cada município ficará responsável por registrar no sistema o que aconteceu com as doses recebidas.

“É uma forma de darmos mais transparência e evitar desperdício à medida que estabelecimentos de saúde terão que justificar perdas das doses da vacina, se foi por desvio ou algum outro problema”, explica Ricardo Valentim, Diretor Executivo do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN.

Aliás, foi a falta de cadastro no sistema que permitiu que servidores da Prefeitura de Natal furassem a fila e se vacinassem, mesmo sem fazerem parte do grupo prioritário de imunização. O Secretário de Saúde do município, George Antunes, chegou a anunciar que seria aberto procedimento interno para apurar o caso. A Agência Saiba Mais tentou contato com a assessoria da SMS para saber se a investigação já foi iniciada, mas sem sucesso.

Segundo Ricardo Valentim, todos os 167 municípios passaram por treinamento de um dia para utilizar o sistema, considerado simples. Cada profissional de saúde faz seu próprio cadastro. No dia da vacinação a gestão municipal precisa apenas dar baixa no CPF da pessoa que recebeu a vacina com as informações do dia, local, dose e o tipo de vacina aplicada.

Até a manhã desta quarta (27), o Rio Grande do Norte tinha cadastrado um total de 535.408 pessoas na plataforma, sendo 25.932 imunizadas. Do número total de cadastrados, 13,95% é de profissionais de saúde (74.677). Segundo a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), o RN tem ao todo 79.638 profissionais e 23.711 foram vacinados até agora.

A plataforma RN + Vacina foi desenvolvida pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS), da UFRN, à pedido da Sesap. Mas, a alimentação de dados é feita pelos municípios, responsáveis pela aplicação das vacinas. Por enquanto, a capital é a cidade com o maior número de pessoas vacinadas (5.437), seguida por Mossoró (2.998), Parnamirim (2.170) e Caicó (684).

O Rio Grande do Norte recebeu 82.400 doses da Coronavac num 1º carregamento, que seriam suficientes para imunizar 39.259 pessoas, já que é preciso deixar uma reserva de 5% para possíveis perdas da vacina. Já no 2º carregamento, foram enviadas 33.435 doses da vacina de Oxford/ Astrazeneca, suficientes para vacinar mais 14.965 pessoas, já com a retirada dos 5% de possíveis perdas. Ao todo, o RN recebeu 54.224 doses dos dois tipos das vacinas contra a covid-19.

O sistema é simples para que todos os usuários possam se cadastrar, inclusive aqueles que não têm o costume de usar tecnologia. Ele pode organizar toda distribuição logística de qualquer campanha vacinal, mas está sendo usada agora para a campanha da covi-19. É preciso que as pessoas se cadastrem para garantir monitoramento, já que o paciente que tomou a vacina precisa ser acompanhado por mais dois anos”, apela Valentim.

Além do cadastramento, a plataforma também tem uma área de controle que permite a instituições, como o Ministério Público, o acompanhamento dos dados em tempo real.

    Imagem: reprodução RN + Vacina
Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.