DEMOCRACIA

Governadora pede investigação do caso de LGBTfobia no Centro de Natal

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), pediu atenção das autoridades policiais ao caso de LGBTfobia cometido contra mulher trans que trabalhava no bairro Cidade Alta em Natal.

Ela foi xingada e agredida fisicamente por um homem que passava, enquanto distribuía panfletos em uma calçada na quarta-feira (1º).

“Assim que tomei conhecimento do absurdo caso de violência decorrente de orientação sexual e identidade de gênero, ocorrida nesta terça, na Cidade Alta, entrei em contato com Cel. Araújo, da Sesed, Ana Claudia, delegada geral da Polícia Civil do RN e Júlia Arruda, da Semjidh”, publicou na manhã desta quinta-feira (2), com link da matéria da Agência Saiba Mais sobre o crime.

“Pedi a averiguação imediata e celeridade no esclarecimento do caso. Providências foram adotadas e o inquérito já foi instaurado para apuração com todo rigor e seriedade que exige! Não nos omitiremos diante de tamanha violência. Queremos um RN livre do ódio e do preconceito!”, concluiu Fátima Bezerra.

A vítima ficou ferida e sangrou muito. Precisou de atendimento médico na ocasião e nesta quinta foi à delegacia prestar depoimento. A Polícia Civil do Rio Grande do Norte informou que a ocorrência foi encaminhada à 2ª Delegacia Distrital de Natal e confirmou se tratar de uma mulher trans, mas o caso corre em sigilo e detalhes não podem ser repassados.

Está sendo apurada a prática de lesões de natureza grave e conduta homofóbica, que é considerada pela jurisprudência crime de racismo.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais