Ipec: Lula cresce 2 pontos, lidera pesquisa com 46% e venceria no 1º turno; Bolsonaro estaciona nos 31%
Natal, RN 13 de jul 2024

Ipec: Lula cresce 2 pontos, lidera pesquisa com 46% e venceria no 1º turno; Bolsonaro estaciona nos 31%

13 de setembro de 2022
2min
Ipec: Lula cresce 2 pontos, lidera pesquisa com 46% e venceria no 1º turno; Bolsonaro estaciona nos 31%

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Por Brasil de Fato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida eleitoral, com 46% das intenções de voto, de acordo com pesquisa do Ipec (ex-Ibope) divulgada na noite desta segunda-feira (12). O levantamento foi contratado pelo Grupo Globo. O presidente Jair Bolsonaro (PL) apareceu na segunda colocação, com 31%. O estudo mostra que Lula está empatado, no limite da margem de erro, que é de 2 pontos para mais ou para menos, com a soma de todos os outros candidatos (46% a 44%). Com esses números, a eleição seria decidida no primeiro turno.

Lula oscilou 2 pontos percentuais em relação ao último levantamento nacional do Ipec, publicado em 5 de setembro. Na ocasião, o ex-presidente tinha 44%, e o atual presidente, com 31%. No novo levantamento, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) pontuou 7%, e a senadora Simone Tebet (MDB), 4%. O pedetista variou 1 ponto para baixo, enquanto emedebista manteve o mesmo percentual.

Felipe d'Avila (Novo) e Soraya Thronicke (União Brasil) se mantiveram com 1%. Vera (PSTU), Constituinte Eymael (DC), Léo Péricles (UP), Padre Kelmon (PTB), Sofia Manzano (PCB) foram citados, mas não chegam a 1%. Brancos e nulos somaram 6%, mesmo percentual da pesquisa anterior. Eleitores que não sabem ou não responderam correspondem a 4%, contra 5% na semana passada.

Segundo turno

Em um eventual segundo turno, o levantamento mostra Lula com 53% das intenções de voto, contra 36% de Bolsonaro. No levantamento anterior, o petista tinha 52%, enquanto o atual presidente aparecia com os mesmos 36%.

Avaliação do governo

A pesquisa também perguntou qual a avaliação dos eleitores sobre a administração Bolsonaro. Para 30% dos eleitores, o governo é bom ou ótimo; para 23% é regular e para 45% é ruim ou péssima. Apenas 2% das pessoas não quis ou não soube responder.

A pesquisa ouviu 2.512 pessoas entre os dias 6 e 12 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01390/2022.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.