Tribuna do Norte mantém no ar notícia falsa sobre Lula que TSE mandou retirar das redes
Natal, RN 13 de jun 2024

Tribuna do Norte mantém no ar notícia falsa sobre Lula que TSE mandou retirar das redes

4 de outubro de 2022
5min
Tribuna do Norte mantém no ar notícia falsa sobre Lula que TSE mandou retirar das redes

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Há dois dias, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (STE), o ministro Alexandre de Moraes, determinou que o portal O Antagonista, assim como outros veículos de mídia, retirassem do ar conteúdos que façam referência a uma interceptação da polícia na qual Marcola, apontado como líder da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), fala sobre as eleições de 2022. No Rio Grande do Norte, até a manhã desta terça (04), o portal Tribuna do Norte mantinha a matéria no ar com a manchete que vincula o ex-presidente ao traficante, apesar da decisão do TSE. O material foi publicado na noite do dia 1º de outubro, véspera do primeiro turno das eleições, e ficou na manchete principal do site durante toda a noite.

O empresário Flávio Azevedo (PL), que controla o jornal Tribuna do Norte e da rádio Jovem Pan News, é suplente do recém eleito senador, Rogério Marinho (PL), principal porta-voz do bolsonarismo no Rio Grande do Norte nas eleições de 2022. Em 2019, Flávio Azevedo assumiu o controle econômico da Tribuna do Norte. Na lista de bens declarados à Justiça Eleitoral em 2022, aparece o crédito decorrente de empréstimo concedido à empresa jornalística no valor de R$ 2,35 milhões – uma parcela da fortuna que soma R$ 25,5 milhões declarados.

Print de publicação da Tribuna do Norte realizado na manhã desta terça (04)
Print de publicação da Tribuna do Norte realizado na manhã desta terça (04)
Print do twitter do jornal Tribuna do Norte também realizado na manhã desta terça (04)
Print feito na manhã desta terça (04) da página do twitter da Tribuna do Norte com o título da matéria 

O Antagonista, primeiro veículo a publicar a matéria, já retirou o conteúdo do ar. Além dele, o presidente do TSE determinou que o presidente Jair Bolsonaro (PL), seus filhos, apoiadores, além de outros veículos da imprensa também removam o conteúdo da internet. Ao todo, foram identificados cerca de 300 links com a divulgação da notícia, que foi espalhada 18 horas antes da eleição em canais já conhecidos da Corte pela divulgação de notícias falsas.

Print da página dO Antagonista com matéria retirada do ar
Print da página de O Antagonista realizado na manhã desta terça (04) com matéria retirada do ar

Na decisão, Moraes prevê multa diária no valor de R$ 100 mil em caso de não remoção do conteúdo. São obrigados a retirar a matéria do ar as seguintes contas: Portal O Antagonista, Jair Messias Bolsonaro, Flávio Nantes Bolsonaro, Eduardo Nantes Bolsonaro, Kim George Borja Paim, Rádio Panamericana S.A. (Rádio Jovem Pan - Jovem Pan News), J. Pinheiro Tolentino Filho Eireli - Jonal da Cidade On-Line, Silvou Navarro Perejon Júnior, Terra Brasil Notícias, Milton Neves Filho, Cládio Dantas Sequeira, Beatriz Kicis Torrents de Sordi, Paulo Eduardo Lima Martins, Carla Zambelli Salgado, Leandro Panazollo Ruschell, Barbara Zambaldi Destefani, Gustavo Gayer Machado de Araújo, Adrilles Reis Jorge e Flavia Ferronato.

O jornal Tribuna do Norte faz parte da rede Jovem Pan no Rio Grande do Norte. O conteúdo continua disponível tanto no site do jornal, quanto em seu twitter.

Print do twitter do jornal Tribuna do Norte também realizado na manhã desta terça (04)
Print do twitter do jornal Tribuna do Norte também realizado na manhã desta terça (04)

A decisão do ministro do TSE de solicitar a retirada dos conteúdos do ar atende a um pedido da campanha de Lula, que classificou as publicações como uma “ação orquestrada” para tentar vincular a imagem do ex-presidente ao do traficante. No dia 10 de setembro, o plenário do TSE já havia multado Bolsonaro em R$ 5 mil e determinado a retirada do conteúdo das redes por três tuítes que associavam Lula à facção criminosa.

LULA venceu em 166 das 167 cidades do RN

Lula tem a inquestionável maioria de 166 dos 167 municípios que compõem o estado. A única cidade onde o atual presidente teve maioria foi em Parnamirim. Ao todo, no Rio Grande do Norte, Lula teve 1.264.179 votos (62,98%), já Bolsonaro contabilizou 622.731 votos (31,02%).

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.