Girão votou 96% com o governo Bolsonaro; Natália, com 24%, foi a deputada potiguar menos governista
Natal, RN 20 de jun 2024

Girão votou 96% com o governo Bolsonaro; Natália, com 24%, foi a deputada potiguar menos governista

24 de janeiro de 2023
3min
Girão votou 96% com o governo Bolsonaro; Natália, com 24%, foi a deputada potiguar menos governista

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O deputado federal General Girão (PL) foi o deputado federal do Rio Grande do Norte que mais votou seguindo as orientações do governo Bolsonaro nas pautas da Câmara, de acordo com a plataforma Radar do Congresso. 

Entre as votações apoiadas por Girão, favoráveis ao governo anterior, está a medida provisória que ampliou a reforma trabalhista. A MP do contrato de trabalho verde e amarelo, votada em 2020,  flexibilizou o pagamento de direitos trabalhistas e contribuições sociais para facilitar a contratação de jovens de 18 a 29 anos e trabalhadores com mais de 55 anos.

Outra mudança implementada foi que, de acordo com texto aprovado, o trabalhador demitido sem justa causa não tem direito à metade do salário correspondente até o fim do contrato, como previsto pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Recentemente, ao fim de 2022, Girão também votou contra a PEC da Transição, que permitiu ao governo Lula (PT) deixar R$ 145 bilhões de fora do teto de gastos por dois anos. A medida era considerada prioritária pelo atual presidente para conseguir cumprir as promessas de campanha.

Na trajetória de quatro anos em Brasília, a plataforma apontou um índice de 96% de governismo de Girão. Já a menos alinhada com a gestão Bolsonaro foi Natália Bonavides (PT), com 24% de governismo na gestão anterior.

Natália votou contra, por exemplo, à reforma da Previdência de 2019, bandeira reivindicada por Bolsonaro e pelo ex-ministro Paulo Guedes. 

As novas regras da Previdência estabeleceram que homens se aposentam a partir de 65 anos de idade e mulheres aos 62 anos. O tempo de contribuição mínima passou para 15 anos para mulheres e 20 anos para os homens. Já a contribuição para se aposentar com o salário integral subiu para 40 anos.

O índice de governismo é calculado a partir das votações dos parlamentares que seguiram ou não a orientação do líder do governo. Votos iguais à orientação (sim ou não) aumentam o índice; qualquer opção diferente da orientação (seja sim, não, abstenção ou falta), diminui o índice de governismo.

A deputada Carla Dickson (UNIÃO), suplente de Fábio Faria (PP), não aparece na avaliação.

Veja a lista completa de nível de governismo com a gestão Bolsonaro:

General Girão (PL) - 96%

Fábio Faria (PP) - 95%

João Maia (PL) - 95%

Beto Rosado (PP) - 94%

Benes Leocádio (UNIÃO) - 92%

Walter Alves (MDB) - 87%

Rafael Motta (PSB) - 35%

Natália Bonavides (PT) - 24%

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.