Leia na íntegra o discurso de posse da governadora Fátima Bezerra
Natal, RN 17 de jul 2024

Leia na íntegra o discurso de posse da governadora Fátima Bezerra

1 de janeiro de 2023
9min
Leia na íntegra o discurso de posse da governadora Fátima Bezerra

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A governadora Fátima Bezerra tomou posse neste domingo para o segundo mandato à frente do Executivo do Rio Grande do Norte. No discurso de posse, Fátima fez uma breve prestação de contas da primeira gestão, destacou a importância do fortalecimento da democracia e a parceria com o governo do presidente Lula e anunciou algumas ações, a exemplo da criação da secretaria de Cultura e a entrega da barragem de Oiticica.

Confira o discurso na íntegra:

Senhoras e senhores,

Quatro anos atrás assumia, em um primeiro de janeiro, a tarefa mais desafiadora da minha vida ser governadora do Rio Grande do Norte. Pela primeira vez alguém de origem popular era eleita para governar o Estado. E não teria momento mais tortuoso para essa conquista, histórica e coletiva da qual sou com muita humildade parte e apenas um instrumento, acontecer.

Chegamos ao governo em uma situação gravíssima, com o Estado mergulhado na mais grave crise fiscal, financeira e orçamentária da sua história e um enorme passivo herdado pela nossa gestão. Como se fosse pouco, uma conjuntura nacional extremamente adversa e uma pandemia devastadora que teve contornos criminosos em nosso país.

Quatro anos após, no mesmo primeiro de janeiro, pela disputa democrática e o voto soberano do povo, sou empossa da governadora reeleita. A data é semelhante, mas o Estado já é diferente: voltou a ter credibilidade e organizou suas contas; respeita, valoriza e investe nos serviços e servidores públicos; ampliou a cidadania e a valorização das minorias.

Sou grata pela generosidade do povo potiguar que soube reconhecer o momento difícil que atravessamos e confiou nasmudanças que começamos a fazer no RN. Passado o período de maior dificuldade, precisamos fazer muito mais. Corrigir o quedeve ser corrigido e avançar com determinação no que está dando certo, para consolidar as conquistas populares.

Fico muito feliz em tomar posse como governadora no mesmo dia em que Lula será empossado presidente. Isso nos dá confiança de fazer um governo muito melhor que o primeiro. Muito trabalhamos nos últimos quatro anos, mas fatores históricos, hostilidade política e prioridades inadiáveis fizeram com que nosso esforço não fosse inteiramente premiado.

A eleição do presidente Lula e sua posse, hoje, no mais alto posto da República, é um grande motor de esperança para o povo brasileiro e um alento ainda maior para o povo do Rio Grande do Norte que pela primeira vez na história passará pela experiencia de ter um governo democrático e popular a frente do Estado e da nação. Honraremos essa oportunidade.

A terra arrasada que encontramos quatro anos atrás no RN, Lula encontra hoje num país de dimensões continentais. Por isso será necessário um grande esforço conjunto, entre todos os setores da sociedade, para reerguer o Brasil do abismo em que foi atirado e reavivar o valor da democracia que foi severamente ameaçada.

O próprio processo eleitoral foi atacado, as urnas eletrônicas que são referência para o mundo foram questionadas, a soberania popular e o direito legítimo do povo de escolher seus representantes foram ameaçados. O Brasil flertou com o fascismo e com o autoritarismo, mas saiu vitorioso de uma eleição decisiva para nossa democracia.

Graças a democracia e a soberania popular estamos aqui, nesta Casa Legislativa, vocês na condição de parlamentares e eu na condição de governadora reeleita já no 1º turno com uma votação tão expressiva. Tomar posse no plenário da Assembleia Legislativa neste momento histórico do país tem o significado do respeito ao direito do povo de escolher seus representantes.

É preciso seguir zelando pela democracia cientes de que o contrário dela é o horror, o arbítrio e a barbárie. Celebro, junto a vocês, a escolha que o povo fez nas urnas e vou governar para todos os potiguares, independente de divergências políticas e livre de ódio ou ressentimentos. Não farei aquilo de que fomos vítimas no primeiro mandato: tratar adversário como inimigo.

Hoje a situação é bem melhor, pois localmente construímos os alicerces e temos em plano nacional um governo preocupado com as dores do povo e do país. A experiencia acumulada em quatro dificílimos anos de gestão será acrescida da motivação permanente de inovar, criar, fazer mais e melhor. Não admitiremos comodismo e mesmice.

O secretariado que me acompanhará nesta tarefa é, mais uma vez, formado por pessoas de elevado espírito público, capacidade técnica e sensibilidade social. Agora com uma presença maior de mulheres. Ética, honestidade, disposição e compromisso para servir ao povo do Rio Grande do Norte não lhes falta. Sob minha liderança, trabalharão ouvindo a sociedade civil organizada através das representações do empresariado e dos trabalhadores, atentos às manifestações do povo e dos movimentos sociais.

Seguiremos comprometidos com o equilíbrio fiscal das receitas e despesas do Estado, premissa indispensável para que outras conquistas possam ser celebradas. Quando as contas publicas se desequilibram, não há horizonte, quando entram no terreno da imprevisibilidade, não há como sonhar e concretizar sonhos. Felizmente viramos essa página no Rio Grande do Norte.

Vamos ampliar a capacidade de investimento e fortalecer cada vez mais as políticas sociais e a infraestrutura hídrica e rodoviária. Vamos cuidar das nossas estradas garantindo segurança para quem transita e fomentando o desenvolvimento e a interiorização do turismo. Vamos fortalecer o SUS, patrimônio brasileiro que salvou tantas vidas na pandemia.

A segurança pública seguirá merecendo atenção singular pois sem ela outras esferas da vida e do desenvolvimento não se realizam; a cultura ganhará status de secretaria de Estado através de projeto de Lei que enviaremos a esta Casa, e vamos priorizar cada vez mais a educação, área que guarda tantos e tão grandes desafios em um país tão desigual.

Vamos entregar os doze Institutos Estaduais de Educação Profissional, Ciência e Tecnologia (IERN´s), cuidar da infraestrutura das nossas escolas e dotá-las de conectividade através do programa geração conectada. Aqui não faço promessa, falo sim de um futuro que já começou. Nosso foco será ampliar o acesso e garantir a permanência dos estudantes.

O gargalo da desigualdade social que foi explicitado pela pandemia no que diz respeito ao direito à educação, é mal contínuo de um país marcado pela escravidão, pelo racismo estrutural, pela violência de gênero e pela fome. Nosso governo vai se dedicar em garantir a educação pública, gratuita e de qualidade a que o povo tem direito.

Com o apoio do Governo Federal, vamos duplicar a BR-304, entregar Barragem de Oiticica e realizar duas obras essenciais para completar o ciclo de segurança hídrica para o Rio Grande do Norte que são o sistema adutor do Seridó e a entrega do Ramal Apodi-Mossoró o que se traduz sem dúvida, também, em promoção do desenvolvimento.

E no contexto do futuro promissor do nosso Estado que sempre foi líder na geração de energias renováveis no Brasil, com destaque para energia eólica, caminhamos agora para sermos a locomotiva da transição energética do país, sem nunca descuidar das pessoas e do nosso patrimônio antropológico. Desenvolvimento e cidadania devem caminhar juntos.

Trabalharemos incansavelmente para viabilizar o porto indústria verde garantindo ao RN papel destacado no desenvolvimento da eólica offshore, em alto-mar, e da produção, armazenamento e exportação de hidrogênio verde o que nos fará pioneiros no segmento. Junto com o Presidente Lula, vamos reconstruir o país e fazer um Rio Grande do Norte maior e melhor para todas as pessoas.

Meu compromisso de governar para todos sem jamais esquecer dos que mais precisam é renovado junto do nosso mandato. Coragem, disposição, seriedade, responsabilidade e compromissosão as nossas armas para enfrentar as dificuldades. Queremos fazer um governo transformador e o faremos por meio do diálogo e do trabalho incessantes.

Quero finalizar falando mais uma vez da minha gratidão por tamanha generosidade. Sei que elevadas expectativas se colocam sobre nosso segundo mandato como governadora, elas também são minhas. Não faço diferença entre aquilo que o povo deseja e espera daquilo que eu mesma almejo enquanto professora e cidadã, investida do cargo de governadora.

Darei o meu melhor para honrar a confiança do povo e para contribuir, a partir do nosso Estado, com o país de forma mais ampla. Não espero de vocês tapinhas nas costas nem consensos integrais, mas sim um caminhar juntos na busca de convergências, com respeito e retidão, em nome da nossa causa comum que é o Rio Grande do Norte.

Avante! O melhor vai começar!

Muito obrigada.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.