MPRN investiga sete igrejas evangélicas por lavagem de dinheiro de tráfico
Natal, RN 24 de mai 2024

MPRN investiga sete igrejas evangélicas por lavagem de dinheiro de tráfico

14 de fevereiro de 2023
2min
MPRN investiga sete igrejas evangélicas por lavagem de dinheiro de tráfico

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Sete igrejas evangélicas - fundadas no Rio Grande do Norte e em São Paulo - estão na mira da operação Plata, que ocorre nesta terça-feira (14) sob o comando do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN). Os promotores investigam o crime de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas. Os indícios do MPRN são de que o grupo lavava o dinheiro com a compra de imóveis, fazendas, rebanho bovino, automóveis, abertura de mercados e com a fundação de igrejas evangélicas.

O principal alvo é Valdeci Alves dos Santos, que é da região Seridó do RN e aparece - em outra ação do Ministério Público de São Paulo, como liderança do Primeiro Comando da Capital (PCC). Valdeci está preso na Penitenciária Federal de Brasília.

Segundo MPRN, Valdeci Alves tem como aliado no Rio Grande do Norte o irmão, Geraldo dos Santos Filho, conhecido por Pastor Júnior. Segundo a investigação em curso, há pelo menos duas décadas os dois mantêm o esquema de lavagem de dinheiro, tendo como participantes seus irmãos, filhos, sobrinhos e outros aliados fora da família.

Geraldo dos Santos é investigado por constituir um patrimônio de mais de R$ 6 milhões, valor incompatível com seus rendimentos declarados. A mulher dele também foi presa nesta terça-feira. Ao todo, segunda informações do MPRN, a operação Plata apura a lavagem de pelo menos R$ 23 milhões provenientes do tráfico de drogas.

Em 2019, Geraldo Filho foi preso usando documento falso em nome de José Eduardo Medeiros de Moura. Ele e a mulher teriam constituído uma empresa jurídica para a lavagem de dinheiro.

A suspeita é de que o casal, com ajuda de “laranjas”, lavavam dinheiro através de igrejas evangélicas. Esses aliados teriam aberto pelo menos sete igrejas no RN e em SP, que era usadas para legalizar o dinheiro do tráfico de drogas.

A operação do MPRN cumpriu mandados de busca e apreensão em algumas dessas igrejas e o material apreendido será analisado pelo MPRN para apurar se há envolvimento de outras pessoas nos crimes.

Além do casal, outras quatro pessoas foram presas no Rio Grande do Norte nesta terça e encaminhadas ao sistema carcerário potiguar.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.