Mais de 300 internos do sistema prisional do RN concluem cursos em parcerias do Estado com SAR e Senai
Natal, RN 15 de jun 2024

Mais de 300 internos do sistema prisional do RN concluem cursos em parcerias do Estado com SAR e Senai

25 de abril de 2023
4min
Mais de 300 internos do sistema prisional do RN concluem cursos em parcerias do Estado com SAR e Senai

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Investindo em educação para transformar vidas, o Serviço de Assistência Rural e Urbano (SAR) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) oferecem cursos livres para internos do sistema prisional no Rio Grande do Norte. Iniciativas, que atendem a mais de 300 pessoas, vão de alfabetização a eletricista residencial.

Educação transformadora

O SAR – ONG que integra o setor social da Arquidiocese de Natal – vai entregar, na quarta-feira (26), certificados de elevação de escolaridade e alfabetização para familiares de 180 pessoas privadas de liberdade que participam do Projeto "Educação e Trabalho: Estrada para o Futuro". O evento será às 14h, no subsolo da Catedral Metropolitana de Natal.

De acordo com o coordenador do SAR, diácono Márcio Francisco de Andrade, a iniciativa atendeu a 209 pessoas privadas de liberdade em três unidades prisionais: presídio Dinorá Simas Lima Deodato, em Ceará-Mirim; Cadeia Pública de Natal - Raimundo Nonato e Complexo penal Feminino Dr João Chaves, também na capital potiguar. As aulas eram realizadas três vezes por semana contando com a metodologia da educação popular.

“Foi encontrado um alto índice de analfabetismo e semianalfabetos. O objetivo do projeto foi alcançado durante os 8 meses de aulas presenciais nas unidades. A demanda foi apresentada pelos diretores e constatada pelos professores do projeto e a instituição. Ainda há um grande número de pessoas que precisam ser alfabetizadas.”, destacou o diácono, informando que 89 concluíram as aulas de alfabetização.

Outros 60 certificados foram entregues no mês de março, juntamente com o Tribunal de Justiça – TJ e a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). O projeto tem parceria com o Programa “Novos Rumos”, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, e com a Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Natal.

Foto: SAR/ divulgação

O financiamento para a contratação de professores ficou por conta do Tribunal.

Márcio Andrade conta que o SAR já desenvolveu projetos de alfabetização de jovens e adultos, mas com pessoas privadas de liberdade é a primeira experiência: “Foi para nós um grande aprendizado. Entendemos que é um dever de toda a sociedade erradicar o analfabetismo em nosso país uma vez que por meio da educação podemos mudar a vida de uma pessoa.”

Aprendendo para o trabalho

Mais uma importante parceria é com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que está beneficiando 100 internos do sistema prisional potiguar. Já foram formadas três turmas em 2023: uma de pedreiro de alvenaria e outra de encanador hidráulico, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz e na Penitenciária Estadual Rogério Coutinho Madruga, ambos em Nísia Floresta, e de costureiro industrial de vestuário em malha, no Complexo Penal Estadual Agrícola Dr. Mário Negócio Feminino. Dois cursos ainda estão em andamento.

Vinte internas do Complexo Penal Doutor João Chaves Feminino (CPJC), na zona Norte de Natal, estão participando do curso de eletricista residencial dentro da própria unidade. E 20 internos de Alcaçuz estão sendo formados pedreiros. Cada curso tem 160 horas/aula.

Os internos capacitados nos cursos ofertados são encaminhados pela Seap para projetos de reinserção social e contribuem com a força de trabalho em relevantes serviços de carácter social como, por exemplo, na melhoria da estrutura de escolas e hospitais estaduais. De acordo com a Secretaria, todas as atividades envolvendo educação e trabalho são supervisionadas por equipes de policiais penais, que cuidam da rotina de segurança.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.