Machismo marca despedida de vereador cassado por fraude à cota de gênero em Mossoró
Natal, RN 21 de abr 2024

Machismo marca despedida de vereador cassado por fraude à cota de gênero em Mossoró

26 de maio de 2023
Machismo marca despedida de vereador cassado por fraude à cota de gênero em Mossoró

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

“Não é para ser obrigado mulher ser candidata; se ela quiser ser candidata vai ser”, afirmou Naldo Feitosa, do Partido Social Cristão (PSC), na sua despedida da Câmara Municipal de Mossoró (CMM) nesta quarta-feira (24). Feitosa e o colega Lamarque Oliveira foram cassados após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmar que o PSC fraudou a cota de gênero nas eleições de 2020.

No último discurso como vereador, Naldo ainda foi além:

“Os homens estão pagando pelas mulheres. Estou pagando uma coisa que não é minha, a minha equipe, o meu povo, o meu sonho, o sonho de várias pessoas que estiveram com a gente. Se existe uma vítima nessa história, sou eu”, disse.

No julgamento do TSE, o ministro e relator Carlos Horbach afirmou que as provas indicaram “indícios suficientes de fraude” na nominata do PSC e por isso toda a chapa foi cassada, derrubando assim os mandatos dos parlamentares. 

Oito mulheres que concorreram pela legenda foram reconhecidas pelo Tribunal como tendo candidaturas fictícias, sendo elas: Mariza Sousa da Silva Figueiredo, Lidiane Michele Pereira da Silva, Fernanda Dulce de Castro Caldas, Karolayne Inácio dos Santos Lima, Conceição Kaline Lima Silva, Nadja Micaelle Oliveira de Souza, Fabrícia Dantas da Silva e Jessica Emanoele Vieira da Rocha.

Outro discurso agressivo foi do vereador Marrom Lanches (DC). O parlamentar tomou posse na semana passada após o TSE também confirmar que o PSDB utilizou candidaturas laranjas. Com a ação, Larissa Rosado (eleita na nominata do PSDB) deixou a Casa e Marrom entrou, já que era primeiro suplente. 

“Se vocês quiserem, porque é mulher, eu vou vir de saia, vou botar um batonzinho, peruca e venho trabalhar”, atacou ele, na mesma sessão.

A Câmara mossoroense tem 23 cadeiras e hoje apenas duas são ocupadas por mulheres, com Carmem Júlia (MDB) e Marleide Cunha (PT).

Novos parlamentares

Nesta sexta (26) foi realizada a retotalização dos votos referente às eleições de 2022. A nova contagem, realizada pela 34ª Zona Eleitoral, deu os mandatos aos ex-vereadores Ozaniel Mesquita e Tony Cabelos. Eles foram diplomados logo em seguida.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.