Comitiva da Femurn tenta lacrar na governadoria e leva esculacho de servidores da saúde e do Detran em greve
Natal, RN 23 de jul 2024

Comitiva da Femurn tenta lacrar na governadoria e leva esculacho de servidores da saúde e do Detran em greve

25 de julho de 2023
3min
Comitiva da Femurn tenta lacrar na governadoria e leva esculacho de servidores da saúde e do Detran em greve

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Prefeito Pinóquio, traidor”. Foram com essas palavras que o prefeito de Mossoró Allyson Bezerra (UB) foi recebido pelos servidores da saúde e do Detran em ato grevista na governadoria. Allyson foi um dos principais prefeitos criticados pelos grevistas durante a caravana que a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) promoveu nesta terça-feira (25) também no Centro Administrativo, em Natal. 

A Femurn já havia acatado, no dia 20 de junho, acordo com o Governo que deu garantias do pagamento de R$ 12,6 milhões referentes ao atraso no repasse do ICMS. O imposto havia sido reduzido no governo Bolsonaro e compensado em parte pelo governo Lula. Mesmo com a negociação, prefeitos de alguns municípios mantiveram o protesto e acabaram, eles mesmos, sendo a vidraça.

O curioso da cena é que o esculacho público a que foram submetidos os prefeitos que participaram do protesto não pode nem ser debitado na conta da governadora Fátima Bezerra ou do Partido dos Trabalhadores. 

Isso porque as direções do Sindsaúde e do Sinai são formadas historicamente por trabalhadores críticos ao PT e que fazem oposição ao governo petista. Não por acaso, estão em greve por melhores salários e condições de trabalho. A queda de braço entre o governo estadual e os servidores públicos tem levado o embate, inclusive, à judicializacão, medida que tem aumentado o tom dos protestos dos servidores contra o governo.  

Um vídeo gravado por um servidor da saúde e divulgado nas redes sociais mostra a coordenadora-geral do Sindsaúde Rosália Fernandes ao microfone criticando a postura e a gestão de Alysson Bezerra em Mossoró.   

Allyson Bezerra traidor, retirou o anuênio dos trabalhadores da prefeitura. Prefeito Pinóquio, bolsonarista, vaia pra ele!”, gritou a sindicalista. 

 

Segundo Rosália Fernandes, o clima ficou acalorado, pois o ato grevista já estava marcado com o apoio de vários entidades quando a delegação de prefeitos, articulada pela Femurn, chegou ao Centro Administrativo com carro de som, silenciando o protesto dos servidores.

Na nossa comitiva tinha pessoas de Mossoró e fizemos uma fala de denúncia contra os ataques da gestão de Allyson”, explica Rosália. Ela ainda afirma que “nós, do Sindsaúde, também criticamos a Femurn, que gastou dinheiro público para fazer uma caravana à Brasília contra o piso da enfermagem, profissional essencial para a saúde”.

Durante o acampamento, no ato unificado em frente a sede do governo estadual, os servidores da saúde e do Detran informaram em tom de ameaça ao Gabinete Civil que se o governo aceitasse receber os prefeitos teria que receber também os trabalhadores.  

Já a governadora estava em agenda com a presidenta do STF, a ministra  Rosa Weber. Segundo Luciano Santos, presidente da Femurn, “a expectativa é que a governadora agende a reunião até o dia 9 de agosto, a fim de receber os prefeitos e debater as nossas pautas”.

A secretária de planejamento Virgínia Ferreir defendeu que “a governadora e o governo têm valorizado a representação da Femurn e têm feito o diálogo com quem de direito, o presidente eleito e seus representantes”.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.