Violência contra Brisa Bracchi em Natal será incluída em inquérito da PF que investiga ameaças a parlamentares LGBTQIA+ no país
Natal, RN 20 de jul 2024

Violência contra Brisa Bracchi em Natal será incluída em inquérito da PF que investiga ameaças a parlamentares LGBTQIA+ no país

12 de outubro de 2023
2min
Violência contra Brisa Bracchi em Natal será incluída em inquérito da PF que investiga ameaças a parlamentares LGBTQIA+ no país

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O ministro da Justiça e Segurança Pública Flávio Dino se comprometeu a incluir as agressões contra a vereadora de Natal Brisa Bracchi (PT) no inquérito da Polícia Federal que já investiga outros casos de violência a parlamentares LGBTQIA+ no Brasil.

A informação foi repassada pela assessoria da parlamentar, vítima de ameaças por e-mail de um criminoso que defendeu a aplicação de um estupro corretivo na vereadora para “curá-la” da “homossexualidade feminina”.

De passagem por Natal, Flávio Dino recebeu um relato da ameaça da própria Brisa e garantiu que a PF vai investigar o caso:

- A vereadora Brisa Bracchi aproveitou a passagem de Flávio Dino, ministro da Justiça, para entregar um ofício com o relato da ameaça de estupro corretivo que recebeu por e-mail. O ministro se comprometeu em adicionar o caso ao inquérito da Policia Federal que investiga ameaças semelhantes que ocorreram com parlamentares LGBTs pelo país”, informou a assessoria.

Saiba Mais: Bissexual, vereadora do PT recebe ameaça de estupro corretivo em Natal e vai acionar Ministério da Justiça para investigar criminoso

Entenda o caso

A agressão foi enviada para o e-mail do mandato da parlamentar e assinada por um suposto Doutor Astolfo Bozzônio Rodriguez. O criminoso se apresenta como doutor em psicologia social pela universidade de Harvard.

A mensagem diz que o estupro corretivo terapêutico é uma medida comprovada que cura “o homossexualismo feminino porque ser sapatão é uma aberração”, diz um trecho do e-mail.

O autor da ameaça também afirma que sabe o endereço da casa da vereadora e se dispõe a ir até o local para aplicar o corretivo.

Pelas redes sociais, Brisa Bracchi afirmou que se assustou com a violência, mas que não se deixaria intimidar pelas agressões.

Outras mulheres, feministas e LGBTs receberam ameaças semelhantes, mas isso não invalida a dor individual de cada uma. Confesso que fiquei assustada e, por isso, tomarei todas as medidas possíveis, tanto procurando os órgãos de segurança local, como os nacionais, para que os responsáveis por esse tipo de ação sejam devidamente punidos”, disse.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.