Águas do açude de Gargalheiras estão a um metro da sangria
Natal, RN 28 de mai 2024

Águas do açude de Gargalheiras estão a um metro da sangria

1 de abril de 2024
5min
Águas do açude de Gargalheiras estão a um metro da sangria
Gargalheiras é um dos principais reservatórios do RN | Foto: Blog do Anthonny Medeiros

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Segundo um levantamento do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), que acompanha o volume dos maiores reservatórios de água do estado, divulgado na manhã desta segunda-feira (1) diversos açudes sangraram e estão perto de atingir sua capacidade máxima nos próximos dias. A sangria do açude Marechal Dutra, o Gargalheiras, que fica em Acari, também está mais próxima. No levantamento divulgado, o Gargalheiras estava com 75,85% e havia 1,25 metro até o topo. 

Uma medição, extra-oficial, feita na tarde desta segunda-feira (1), por funcionários da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), que repassam as informações para o Igarn, apontou que o nível do reservatório chegou aos 80,37%, precisando subir 1,14 metro para sangrar. Colocando em números, na última medição oficial, divulgado nesta manhã, o açude atingiu 33,6 milhões de metros cúbicos de água. E com as águas das chuvas ainda chegando ao açude, é esperado que o nível do Gargalheiras suba mais nos próximos dias. 

A última vez que o Gargalheiras sangrou foi em meados de 2011. Este ano, o açude estava com apenas 1,1% de sua capacidade total. Em março deste ano, o manancial alcançou 31,57% (14 milhões de metros cúbicos) de sua capacidade. Na ocasião, o cineasta do filme “Bacurau”, o pernambucano Kleber Mendonça Filho, publicou um vídeo em suas redes sociais mostrando o antes e depois do reservatório. No mesmo dia 18 de março do ano passado, o Gargalheiras estava com apenas 3,98% (1,7 milhão de metros cúbicos) de sua capacidade total, que é de 44,4 milhões de metros cúbicos.

Açude Gargalheiras, durante filmagem do filme Bacurau I Foto: reprodução redes sociais

A última vez que o Gargalheiras sangrou foi em meados de 2011. Foi no açude, inclusive, que Mendonça gravou as cenas de “Lunga”, anti-herói do longa, vivido pelo ator Silvério Pereira, em 2018. Desde sua estreia, em 2019, "Bacurau" levou vários prêmios, entre eles, o de Melhor Filme Estrangeiro, no New York Film Critics Awards. 

SAIBA + Cineasta de Bacurau mostra Gargalheiras antes e depois das chuvas

Mais conhecido como Gargalheiras, o Açude Marechal Dutra, foi reconhecido como patrimônio cultural, histórico, geográfico, paisagístico, ambiental e turístico do Rio Grande do Norte em janeiro de 2023.

Sangria e capacidades de outros açudes

O Relatório dos Volumes dos Principais Reservatórios do RN, divulgado nesta segunda (1), indicou que a barragem Mendubim, localizada em Assú, com capacidade para 77.600.250 m³, atingiu 100% da sua capacidade neste domingo (31). Outro açude que chegou na capacidade máxima foi o de Riacho da Cruz, que suporta 9.604.200 m 3. Já o açude Malhada Vermelha, que fica em Severiano Melo, no Alto Oeste Potiguar, começou a sangrar antes, já no último sábado, 30 de março. 

Ainda na lista do Igarn, outros reservatórios também estão operando com capacidade máxima. Os açudes de Campo Grande, em São Paulo do Potengi; Pataxó, em Ipanguaçu; Dourado, em Currais Novos; Passagem, em Rodolfo Fernandes; Beldroega, em Paraú; o açude público de Encanto; e Santa Cruz do Trairi, em Santa Cruz, estão entre eles. No total, os reservatórios do RN chegaram aos 55,38% de volume, sendo o maior percentual dos últimos três anos.

Os reservatórios que não estão completamente cheios, já estão em situação melhor do que as registradas no mesmo período do ano passado. A barragem de Umari, em Upanema, por exemplo, está com 85% da sua capacidade total. No mesmo período do ano passado, a barragem estava com 76,43%. 

Já no maior reservatório do RN, o Armando Ribeiro Gonçalves, acumula 64,84% da sua capacidade total. Colocando em números, são 1.538.757.336 m3 esse ano. No mesmo período do ano passado o manancial registrou 56,56% da sua capacidade. A barragem Santa Cruz do Apodi acumula 405.046.450 m³, que representam 67,54% da sua capacidade total. No mesmo período de 2023, ela tinha 53,67% da sua capacidade total.

A cheia dos diversos rios, sangrias e colapsos de alguns reservatórios contribuíram para os danos em rodovias federais e estaduais. Além da BR-304, na RN-041, a cabeceira da ponte foi danificada. Os danos à rodovia BR-304, em Lajes, foram especialmente ocasionados após o colapso do açude de uma propriedade rural. 

Saiba +  Preso pela BR-304? Veja rotas alternativas

Rio transborda, bloqueia BR-304 e deixa crianças ilhadas em Lajes

Inmet emite alerta de perigo de chuvas intensas em 52 cidades do RN

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.