DEMOCRACIA

Ratinho sugere “eliminar” Natália Bonavides com metralhadora; apresentador e Massa FM serão processados na esfera cível e criminal

O apresentador do SBT Carlos Massa, conhecido nacionalmente como Ratinho, sugeriu “eliminar” a deputada federal Natália Bonavides (PT) com uma metralhadora. As ameaças foram endereçadas à parlamentar eleita pelo Rio Grande do Norte durante o programa Turma do Ratinho, veiculado na Massa FM São Paulo 92,9, em razão de um projeto apresentado pela petista que vem sendo alvo de ataques e mentiras.

A proposta de Bonavides muda o Código Civil para garantir que pessoas LGBTQIA+ não sofram discriminação na hora do casamento. No caso específico de união entre pessoas do mesmo sexo, o projeto sugere a expressão “firmado o casamento” ao invés de “vos declaro marido e mulher” para incluir todas as formas de casais. No entanto, blogs, sites e ativistas de extrema-direita vem divulgando que a deputada quer extinguir tal manifestação de todo e qualquer casamento:

– A gente tinha que eliminar esses loucos, não dá para pegar uma metralhadora ? Natália, você não tem o que fazer, minha filha ? Vai lavar a roupa, costurar a cueca do seu marido. Isso é uma imbecilidade mudar esse tipo de coisa

Ratinho, apresentador do SBT

 Natália Bonavides se pronunciou sobre mais essa ameaça, dessa vez de repercussão nacional. Segundo ela, os ataques não ficarão impune e vai além: como o programa foi transmitido por uma concessão pública, no caso a Massa FM São Paulo 92,9, a petista vai acionar a concessionária na Justiça também:

– O apresentador Ratinho sugeriu que eu fosse metralhada, em programa visto por milhares de pessoas. Incitar homicídio é crime. Ele coloca a minha vida e minha integridade física em risco. Ratinho ainda disse que eu fosse lavar as cuecas do meu marido. Essas ameaças não vão ficar impunes. O apresentador utilizador uma concessão pública para cometer crime. Vamos acioná-lo judicialmente, inclusive criminalmente”.

Natália Bonavides, deputada federal pelo PT/RN

A assessoria jurídica de Natália Bonavides vai se reunir nesta quinta-feira (16) para definir as estratégias na Justiça, mas adiantou que as agressões não ficarão impunes:

– Tanto o apresentador quanto a concessionária serão acionados cível, penal e administrativamente”, informou o advogado Gustavo Barbosa.

Solidariedade

Várias pessoas, públicas e anônimas, manifestaram solidariedade à parlamentar do PT no Rio Grande do Norte. A deputada federal Marília Arraes (PT/PE) classificou os ataques como “absurdos”:

– Quanto absurdo em tão poucas palavras. Tinha que vir de um rato como esse mesmo. Conte comigo, Natália Bonavides, não vamos permitir que tanto ódio, misoginia e falta de civilidade seja normalizado”, escreveu.

No Rio Grande do Norte, a deputada estadual Isolda Dantas, líder do PT na Assembleia Legislativa afirmou que “o apresentador Ratinho passou de todos os limites! Em seu programa ameaçou a integridade física da deputada Natália Bonavides. Natália não está sozinha! Somos muitas e seremos cada vez mais na política, nos espaços de decisão, queiram ou não. Tmj, compa! Até que todas sejamos livres”, desabafou.

O influencer digital e ativista Jones Manoel (PCB) também se solidarizou:

Deputada, minha solidariedade e repúdio as falas desse reacionário pego com trabalho escravo nas suas fazendas. Que ele receba todo repúdio da sociedade e responda criminalmente por esse discurso fascistoide”, afirmou.

Ex-ministra dos Direitos Humanos no governo Dilma Rousseff, a deputada federal Maria do Rosário (PT) foi outra que se manifestou:

Força companheira Natália, querida. Minha solidariedade diante dos ataques destas figuras nefastas”, escreveu.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"