Brasil tem 600 mortes por Covid-19 em 24 horas e bate novo recorde
Natal, RN 22 de jun 2024

Brasil tem 600 mortes por Covid-19 em 24 horas e bate novo recorde

5 de maio de 2020
Brasil tem 600 mortes por Covid-19 em 24 horas e bate novo recorde

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Ministério da Saúde confirmou nesta terça-feira (5) um novo recorde do número de óbitos no país num único dia. Nas últimas 24 horas morreram 600 pessoas vítimas da Covid-19. Somente no estado de São Paulo foram 197 óbitos.

Ao todo, 7.921 mortes pelo novo Coronavírus já foram confirmadas. Esse é o maior número de óbitos registrados num único dia desde o início da pandemia. No total, o país alcançou 114.715 casos oficiais.

A região mais afetada é o Sudeste, onde estão concentrados 45,6% dos casos. Já o Norte é a região que mais tem crescido: passou de 12% para 15,1% dos casos diagnosticados no país. No Nordeste, o Maranhão é o primeiro estado do país a decretar o lockdown, isolamento total com liberdade consentida apenas a profissionais que atuam em serviços essenciais. No Pará, 10 cidades, entre elas Belém, também vão fechar tudo.

Rio Grande do Norte chega 68 óbitos

Secretário de Estado de Saúde Pública Cipriano Maia reforça importância do isolamento social (foto: Elisa Elsie)

O Rio Grande do Norte atingiu a marca de 68 mortes e 1.536 casos confirmados. O número de suspeitos também subiu. Ao todo, 5.138 aguardam o resultados dos exames para saber se houve infecção pelo novo Coronavírus.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde Pública Cipriano Maia a taxa de ocupação dos leitos está próxima de 50%. Até o meio-dia desta terça-feira (5) haviam 211 pacientes internados, sendo 117 na rede pública e 94 em hospitais particulares. Das internações, 112 pacientes ocupavam leitos de UTI e semi-intensivo e outros 99 leitos clínicos.

Ele reforçou os pedidos para que a população cumpra o isolamento social a fim de reduzir os efeitos da pandemia no Estado potiguar.

- Precisamos manter as medidas restritivas que estão sendo cumpridas por boa parte da população. Precisamos manter o isolamento, o distanciamento e intensificar o uso das máscaras. Precisamos ampliar esse isolamento”, disse.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.