Aeroporto de Natal retoma voos internacionais após interrupção motivada pela pandemia
Natal, RN 18 de jun 2024

Aeroporto de Natal retoma voos internacionais após interrupção motivada pela pandemia

3 de novembro de 2021
Aeroporto de Natal retoma voos internacionais após interrupção motivada pela pandemia

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Após 1 ano e 7 meses de suspensão devido a pandemia de covid-19, a companhia aérea portuguesa TAP retoma, nesta quarta-feira (3), os voos regulares internacionais do Aeroporto de Natal, em São Gonçalo do Amarante. A frequências será de três vezes por semana, chegando ao terminal potiguar às quartas, sextas e sábados às 21h30 e partindo para Lisboa às quartas, sextas e sábados, às 23h30.

A concessionária recomenda que o usuário busque informações com a companhia aérea antes da viagem para entender quais são as exigências feitas pela empresa e os protocolos adotados no país de destino.

De acordo com comunicado da TAP, o Aeroporto de Natal está seguindo todas as recomendações da Anvisa e protocolos sanitários determinados. Para receber o voo nesta quarta-feira, os bombeiros de aeródromo realizaram uma limpeza minuciosa nas áreas internacionais com os mesmos produtos usados para limpeza de UTIs de hospitais.

Além disso, outras medidas já estavam sendo adotadas no terminal potiguar desde o início da pandemia, como intensificação na reposição de sabonete e higienização constante dos banheiros, dispensers de álcool gel estão à disposição do passageiro em todo o aeroporto, uso de máscara obrigatório, distanciamento demarcado nas áreas de filas, mesas e cadeiras isoladas e proteções de acrílico instaladas nos balcões onde há atendimento ao público. Na hora do embarque, passageiros possuem a temperatura aferida pelos bombeiros.

A TAP é a primeira companhia a retomar voos para fora do país. Além da companhia aérea portuguesa, a GOL tinha voos regulares para Buenos Aires na Argentina, sem previsão de regresso da operação.

Mudança de gestão

Em março de 2020, a operadora Inframérica comunicou a devolução da administração do Aeroporto de Natal, alegando prejuízos, apesar de reconhecer os esforços do Governo do Estado para o crescimento do fluxo de voos e consequente incremento na atividade turística.

Em junho deste ano, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou as minutas do edital e do contrato de concessão para a relicitação do aeroporto. Em devolução pela concessionária, o terminal será novamente leiloado à iniciativa privada. Para isso, a União precisa fazer um acerto de contas com a operadora Inframérica. O processo está à espera de uma definição do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o valor da indenização.

Recuperação

O governo do RN tem atuado para oferecer competitividade ao transporte aéreo. Em junho de 2019, estabeleceu novas regras para a redução da cobrança de impostos no querosene de aviação (QAV). Cada faixa de redução requer uma contrapartida específica, como aumentar um voo nacional ou regional para cidades do Rio Grande do Norte; manter um voo internacional regular e direto semanal; incrementar em 15% o número total de voos; aumentar os voos em 30% e em 50%.

Para ter direito à alíquota 0% a companhia aérea terá de realizar no período de 12 meses um voo internacional regular a cada semana; realizar 30 voos internacionais; e ampliar voos domésticos em 50%. Em todos os casos, a quantidade de assentos deve ser equivalente ao número de voos e não conta como incremento os voos fretados.

Ainda em 2019, a Gol aumentou de 512 para 608 voos no RN com a entrada de novas frequências regulares e sazonais para o Rio de Janeiro-RJ, São Paulo-SP, Brasília-DF e Goiânia-GO.

Com a pandemia, as empresas reduziram os voos, mas já promovem retomada das operações. A mais nova companhia aérea brasileira, a Itapemirim Transportes Aéreos, estreou em agosto de 2020 voos regulares de Natal a São Paulo.

Em julho, a Latam Airlines havia anunciado aumento de 60% de voos para Natal durante a alta temporada, com frequências diárias de quatro voos vindos de Guarulhos, um de Congonhas, duas chegadas oriundas de Brasília e dois voos do Rio de Janeiro.

Em setembro, foi a vez da Azul Linhas Aéreas anunciar incremento significativo na oferta de voos para o Rio Grande do Norte. Em janeiro de 2022 haverá 58% de assentos a mais que em janeiro de 2019 (antes da crise sanitária). Comparando os assentos de outubro de 2021 com os que estiveram disponíveis em 2019 a diferença é de 86% a mais.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.