Em encontro com sindicatos, Carlos Eduardo se compromete a apoiar revisão da reforma trabalhista se eleito senador do RN
Natal, RN 18 de jun 2024

Em encontro com sindicatos, Carlos Eduardo se compromete a apoiar revisão da reforma trabalhista se eleito senador do RN

8 de setembro de 2022
3min
Em encontro com sindicatos, Carlos Eduardo se compromete a apoiar revisão da reforma trabalhista se eleito senador do RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Candidato a senador pelo PDT e com apoio da governadora Fátima Bezerra (PT), o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo participou de ato político nesta quinta-feira (8) com centrais sindicais e prometeu apoiar a revisão da reforma trabalhista. A legislação que cassou direitos dos brasileiros teve relatoria do então deputado federal Rogério Marinho (ex-PSDB, atual PL), principal adversário de Carlos em 2022.

“Já assumi o compromisso que vamos revisar a reforma trabalhista. Essa reforma proclamada aos quatro cantos que ia combater o desemprego e melhorar a renda do trabalhador. Mas o que se verifica é que o desemprego continua e a reforma barateou o trabalhador brasileiro”, reafirmou o candidato, ao ressaltar que os sindicatos e o presidente Lula (PT) contarão “integralmente” com o apoio do potiguar.

Durante o encontro, realizado na Casa 13, principal comitê de campanha de Lula e Fátima no Rio Grande do Norte, o candidato ressaltou que Marinho é o principal adversário do povo do Rio Grande do Norte e “deu uma rasteira” nas associações trabalhistas ao retirar a contribuição sindical sem diálogo e alternativa.

A governadora, candidata à reeleição, reafirmou que o candidato do time de Lula no RN é Carlos Eduardo. “Tivemos mais tempo juntos que separados. Há quatro anos ele cometeu um equívoco”, disse em tom de brincadeira, ao se referir ao afastamento do político. “É um político de perfil progressista”, arrematou.

O presidente nacional da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Sergio Nobre, chegou a dizer o ato foi motivado pela candidatura de Carlos: “A unidade não é só na campanha. Vai ser importante pra reconstruir o país. O companheiro Carlos Eduardo é o principal motivo de termos vindo aqui”.

O presidente nacional da Força Sindical e presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, Miguel Torres, reiterou o apoio ao candidato. “O outro candidato é favorável à escravidão. Temos um senador que vai recuperar o emprego, dentro do negociado com toda a sociedade. Contamos com você Carlos, que leve essa tarefa como já combinamos.

O secretário de Relações Institucionais da Força Sindical, Geraldino Santos; o vice-presidente da Força Sindical, Sérgio Luiz e o secretário de Relações Institucionais da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Divanilton Pereira; a presidente estadual da CUT licenciada, Eliane Bandeira (PT) também compuseram a mesa.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.