Com Lula liderando pesquisas entre mulheres, Michelle e Damares fazem campanha em Natal
Natal, RN 23 de jun 2024

Com Lula liderando pesquisas entre mulheres, Michelle e Damares fazem campanha em Natal

15 de outubro de 2022
2min
Com Lula liderando pesquisas entre mulheres, Michelle e Damares fazem campanha em Natal

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, e a ex-ministra e senadora eleita pelo Distrito Federal, Damares Alves (Republicanos), estiveram a Natal-RN neste sábado (15) empenhadas na campanha de segundo turno de Jair Bolsonaro (PL), candidato preterido pelas mulheres. A ex-ministra da Agricultura eleita senadora pelo Mato Grosso do Sul, Tereza Cristina também esteve presente.

Michelle fez um discurso moralista, mencionando a ameaça comunista e disse que o recado de Bolsonaro para Natal foi um “abraço para os machos”.

O grupo realizou motociata e ato público na avenida Itapetinga, no conjunto Santarém, Zona Norte da cidade, ao lado dos homens de Bolsonaro no Rio Grande do Norte: o senador eleito Rogério Marinho (PL) e o prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), que na sexta-feira (14) anunciou que coordena a campanha em âmbito local.

O ministro Fábio Faria levou falta, mas o pai, o ex-governador e deputado federal eleito Robinson Faria (PL) esteve presente. Assim como o deputado federal João Maia (PL) e o casal de médicos negacionistas Albert (PSDB) e Carla Dickson (UB), derrotados nas eleições 2022.

Pesquisas

Maioria do eleitorado, as mulheres preferem Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na Presidência. De acordo com a pesquisa Datafolha divulgada na sexta-feira (14) Lula manteve a liderança entre as mulheres e o empate técnico com Jair Bolsonaro (PL) entre homens nas intenções de voto.

Os dois variaram um ponto percentual para cima no eleitorado feminino na última semana, levando o placar a 51% contra 42%. Provavelmente a oscilação vem das que pretendiam votar em branco ou nulo, que passaram de 7% para 5%. Outras 2% continuam indecisas.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.