Mudança da sede da prefeitura de Natal para a Ribeira deixa empresários da Cidade Alta apreensivos
Natal, RN 20 de jul 2024

Mudança da sede da prefeitura de Natal para a Ribeira deixa empresários da Cidade Alta apreensivos

20 de junho de 2023
4min
Mudança da sede da prefeitura de Natal para a Ribeira deixa empresários da Cidade Alta apreensivos

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

 Contribuindo para o esvaziamento da Cidade Alta, após o fechamento de diversas lojas, a Prefeitura de Natal também vai deixar o bairro. O prefeito  Álvaro Dias (Republicanos)  anunciou dia 16 de junho que o gabinete do executivo municipal será transferido do Palácio Felipe Camarão, localizado na Rua Ulisses Caldas, para a Ribeira, sem detalhes.

Segundo ele, a iniciativa tem o objetivo de revitalizar o bairro histórico, que há anos está abandonado, mas o setor empresarial que resiste na Cidade Alta recebeu com surpresa e tristeza a notícia:

“A boa notícia já começou a circular pela cidade. Depois de muito pensar sobre como iniciar a requalificação da Ribeira, solicitei à Administração estudo para deslocar órgãos e secretarias para o bairro. Em breve, vamos dar o pontapé na reocupação a partir da própria Prefeitura.”, publicou o prefeito nas redes sociais.

Desde a semana passada, a Agência SAIBA MAIS procura assessores de imprensa da Prefeitura e sua Ouvidoria para solicitar informações sobre a mudança, mas não obteve qualquer resposta. A falta de alinhamento não ocorre só com a imprensa.

O presidente da Associação Viva o Centro, Rodrigo Vasconcelos, disse que a entidade e os empresários não foram comunicados.

“A gente vê com preocupação essa situação. Apesar de ser o gabinete do prefeito, os funcionários vão deixar de circular pela Cidade Alta. Vão deixar de ir a um restaurante, a uma loja, a alguma lanchonete. E isso preocupa muito a todos os lojistas. Vários vieram me perguntar durante o dia se a gente estava sabendo, se é permanente ou para reforma”.

Nos últimos dois anos, a Cidade Alta perdeu gigantes do setor de confecções com o fechamento da C&A, Renner e Marisa, que encerrou as atividades na avenida Rio Branco em maio.

Saiba Mais: Fechamento da C&A expõe enfraquecimento do comércio e até da memória de Natal

Rodrigo diz ainda que, caso a Prefeitura não retorne para a Cidade Alta, o grupo espera que o centenário Palácio Felipe Camarão, construído em 1922, seja ocupado por outro órgão ou museu para levar mais pessoas para a região.

“A gente não pode deixar um prédio daqueles fechado.”

Saiba Mais: Marisa fecha na Cidade Alta e comerciantes dizem que especulação imobiliária afasta grandes lojas do centro de Natal

Comércio da Cidade Alta esta perdendo frequentadores / foto: Canindé Soares

Ninguém tem informação concreta sobre o que vai acontecer. Os rumores são de que o prédio do Ministério da Fazenda, localizado na Avenida Duque de Caxias, seja a nova sede do Executivo, abrigando ainda algumas secretarias municipais.

“Eu só sei que o Palácio iria ser restaurado. Isso desde o ano passado falavam isso. Mas não sei se estão saindo realmente pra isso, se estão saindo pra ocupar um prédio que tem mais estrutura.”

Rodrigo Vasconcelos diz que compreende a necessidade também de cuidado com a Ribeira e reconhece que a Prefeitura tem  enaltecido a Cidade Alta, mas a notícia é contraditória.

“A gente não pode ser egoísta. A gente espera que a Prefeitura funcione bem aonde ela tá pretendendo ir, mas que tenha outro olhar com o prédio do Palácio Felipe Camarão

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.