Quase 10% da população do RN tem alguma deficiência, aponta IBGE
Natal, RN 23 de abr 2024

Quase 10% da população do RN tem alguma deficiência, aponta IBGE

7 de julho de 2023
3min
Quase 10% da população do RN tem alguma deficiência, aponta IBGE

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

No Rio Grande do Norte, 9,9% da população com 2 anos ou mais de idade tem alguma deficiência, percentual acima da médica nacional, que é de 8,9%. Desse total, o perfil a maioria é do sexo feminino, com 57% contra 43% masculino.

Os dados foram divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira (7) e fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) 2022.

Segundo a pesquisa, no Brasil são 18,6 milhões de pessoas de 2 anos ou mais de idade, sendo 5,8 milhões destas no Nordeste, região com o maior percentual (10,3%). Todos os estados do Nordeste ficaram acima da média brasileira. Sergipe é a unidade federativa com mais pessoas com deficiência proporcionalmente, 12,1% da população.

Com relação à cor ou etnia, a incidência foi de 8,4% entre pessoas que se reconheceram como da cor preta; de 36,8%, brancas, e 54,7%, pardas.

Ao considerar a distribuição etária da população com deficiência, no RN, em 2022, havia mais pessoas com 80 ou mais de idade com deficiência do que sem deficiência. Em 2022, no Brasil, estimou-se que 3,2% das crianças de 2 a 9 anos de idade tinham deficiência. Novamente a região Nordeste apresentou o maior percentual para esse grupo etário (3,6%), sendo que no Rio Grande do Norte esse percentual ficou em 3,5%.

A pesquisa mostrou também que 14,3% dos responsáveis pelo domicílio no RN eram pessoas com deficiência, cerca de 171 mil pessoas, ou seja, quase metade das pessoas com deficiência do estado.

Maiores dificuldades funcionais

Dentre as pessoas com deficiência: “tem muita dificuldade” ou “tem, não consegue de modo algum”, para a realização de ao menos uma das atividades descritas nos quesitos investigados, 4,1% da população potiguar disseram ter dificuldades para andar ou subir degraus; 3,7% dessa população disse ter dificuldade para enxergar, mesmo usando óculos ou lentes de contato; 3,4%, dificuldade para aprender, lembrar-se das coisas ou se concentrar; 2,5% alegaram ter dificuldade para levantar uma garrafa com dois litros de água da cintura até a altura dos olhos; 2% tinha dificuldade para pegar objetos pequenos ou abrir e fechar recipientes; 2% tinha dificuldade para realizar cuidados pessoais (tomar banho, se calçar, se pentear, escovar os dentes ou se vestir); 1,7% dificuldade para ouvir, mesmo usando aparelhos auditivos; e 1,6%, dificuldade de se comunicar, para compreender e ser compreendido.

Do total da população residente no Rio Grande do Norte com deficiência, 5,7% correspondiam a pessoas com deficiência em apenas uma das suas funções e 4,1% em duas ou mais funções. Do total de pessoas com deficiência, houve maior incidência de deficiências múltiplas entre as mulheres (44,1%) em comparação aos homens (39,2%).

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.