Com pacientes nos corredores, Hospital Walfredo Gurgel tem força-tarefa e transferências
Natal, RN 24 de jul 2024

Com pacientes nos corredores, Hospital Walfredo Gurgel tem força-tarefa e transferências

9 de outubro de 2023
3min
Com pacientes nos corredores, Hospital Walfredo Gurgel tem força-tarefa e transferências

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Durante o final de semana, o Hospital Walfredo Gurgel teve mais um pico com superlotação e pacientes internados nos corredores da unidade. Durante esse período, foram realizados 361 atendimentos, sendo que 117 pessoas precisaram ser internadas, um número cerca de 50% acima da média normal, segundo a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Os principais casos registrados foram de acidente de motocicleta, queda da própria altura e acidente vascular cerebral (AVC). Além do aumento dos atendimentos, também houve alta de 30% na demanda de ambulâncias vindas do interior do estado, que representaram 41% dos casos atendidos, sem passar pelo processo de regulação.

Trabalhadores da unidade relataram à direção do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde/RN) estarem sobrecarregados pela quantidade elevada de pacientes e sendo maltratados por usuários e acompanhantes que não entendem a situação.

De acordo com as denúncias, entre a sexta (6) e o domingo (8), 22 pacientes e três salas de cirurgia ficaram presas com usuários, que deveriam ter sido transferidos para leitos de UTI, mas que permaneceram no local por falta de vaga. Entre os pacientes internados nos corredores, estaria um idoso de 101 anos.

Em julho deste ano o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) acionou a justiça pedindo que os pacientes fossem removidos dos corredores do Walfredo Gurgel num prazo de 15 dias.

Na época, a Sesap informou que os corredores do Walfredo Gurgel estiveram vazios por diversos meses desde o fim de 2022, mas que falhas no atendimento em municípios, principalmente, da região metropolitana de Natal, teriam provocado novas filas com casos de baixa complexidade, que deveriam ser direcionados para outras unidades de saúde.

A Sesap e a direção do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) informaram, por meio de nota, que estão atuando em regime de força-tarefa desde o fim de semana para ampliar a capacidade de atendimento da unidade, em cooperação com as outras unidades da rede estadual.

“Ao longo desta semana, a Sesap também estará trabalhando para agilizar a abertura do 5° andar do HMWG, com mais 15 leitos voltados para a ampliação do atendimento na área ortopédica. A medida é uma continuidade dos investimentos para a melhoria do setor de ortopedia, que no início de setembro teve o incremento de 20 leitos no Hospital Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, voltados exclusivamente para serem retaguarda do Walfredo Gurgel. Também em setembro, o Governo do Estado deu a ordem de serviço para obras de reforma e ampliação no HMWG, com um investimento superior a R$ 9 milhões, que, entre outros serviços, vai dobrar a capacidade do centro cirúrgico da unidade”.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.