O desejo e o tempo
Natal, RN 13 de abr 2024

O desejo e o tempo

22 de outubro de 2023
3min
O desejo e o tempo

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Há muitas coisas que podemos mascarar e até adiar na vida, mas o tal do desejo é uma coisa difícil de se frear. Tentamos, é verdade! Algumas vezes até o deixamos em banho-maria, sublimamos, nos fazemos de desentendidas, mas ele sempre fica ali, latente, esperando a hora de se realizar.

Esses dias vivi uma situação assim, de desejos curtidos há tanto tempo que foi difícil disfarçar. E a melhor parte, desejo curtido à duas vontades. Desejo de mão dupla. Daqueles que a gente guarda por tanto tempo que chega seu tempo de se dar tempo para ele se realizar.

Usei muito a palavra TEMPO, não foi mesmo?! Propositadamente. É essa peste que marina, cozinha depois congela e/ou bota no fogo de uma vez o tal do desejo pra gente cair de boca. Primeiro ele tempera por uma época, depois deixa pegar o gosto, o sal, daí, ou bota logo em brasas pra se degustar, ou, o que eu acho mais perverso, coloca em potinhos e vai descongelando pequenas poções, até que a gente não aguente mais e queira provar tudo.

O eterno Gonzaguinha, na imortal voz de Bethânia, definiu esse tal desejo muito bem: “Ah, infinito delírio chamado desejo/ Essa fome de afagos e beijos/ Essa sede incessante de amor/ Ah, essa luta de corpos suados/ Ardentes e apaixonados/ Gemendo na ânsia de tanto se dar/ Ah, de repente o tempo estanca/ Na dor do prazer que explode/ É a vida é a vida, é a vida e é bem mais...”

E de novo o tempo, né!? Parece que o desejo realizado nos paralisa por um momento. Nos enche de perguntas do tipo: “Guardei tanto tempo pra quê?” Por que, venhamos e convenhamos, algumas vezes vale muito a pena, e a gente pensa: “Por que perdi tanto tempo!”. Mas, em outras situações, o senhor Tempo nos faz uma bela de uma trolagem: “Esperei tanto pra essa merd@!!!!!”. O tempero nem sempre agrada! HAHAHAHAHAHA...

O desejo faz a gente criar situações. E é muito bom quando as expectativas são atendidas. Como disse, vivi uma situação assim, de desejo de via dupla, curtido há nem sei quanto tempo, desses que soltam faísca demais, mas que ainda não tinha ateado fogo em nada. Ainda...

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.