Cervejaria Resistência lança campanha financeira para se manter aberta
Natal, RN 24 de jul 2024

Cervejaria Resistência lança campanha financeira para se manter aberta

18 de novembro de 2023
3min
Cervejaria Resistência lança campanha financeira para se manter aberta
Foto: reprodução

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Enfrentando problemas financeiros, a Cervejaria Resistência, que se tornou point da esquerda natalense, lançou uma campanha de doação no Pix para continuar funcionando.

As doações podem ser de R$ 1,00 por mês. Com a ação, o criador do espaço, Anderson Barra, espera que “o sonho não acabe”.

A Resistência iniciou entre 2017 e 2018, como uma reunião de amigos para tomar cerveja artesanal produzida no quintal de casa e conversar sobre política, conjuntura, arte e cultura.

“De repente o povo foi sabendo do espaço através de conversas, do boca-a-boca, e foi querendo fazer parte, participar daquelas reuniões e logo logo virou a Casa da Resistência, que foi aquele espaço de reunião em que conseguimos levar o Pastor Henrique Vieira, Frei Betto, e reunir muitos artistas que estavam praticamente esquecidos aqui em Natal”, comenta Barra.

Com o tempo, o que era um grupo de amigos cresceu, saiu do quintal de casa e virou a Cervejaria Resistência como a conhecemos hoje. O que não mudou foi a proposta de ter um local do campo progressista para lançamento de livros, reuniões políticas, exibição de filmes, palestras, debates e shows.

“Os próprios artistas sempre destacaram essa questão acolhedora que eles enxergam na Resistência”, diz Anderson.

No ano passado, a cervejaria vivenciou um momento mais fervoroso com um Comitê de Luta em apoio à campanha de Lula (PT) para a presidência. Chegou a fazer diversas ações em praças, na praia, e trouxe à Natal Guilherme Estrella, o geólogo que descobriu o pré-sal.

“Em 2023, já com a vitória do Lula, parece que o povo se dispersou”, lamenta Barra. 

“O próprio Breno Altman, quando veio lançar o livro dele na cervejaria, destacou o perigo que isso representa para a luta contra o fascismo, porque a direita está se fortalecendo, está ali pelas beiras crescendo. O fascismo está vivo. E aí nessa dispersão o povo deixou de ir para a Resistência”, diz.

Mês após mês, de acordo com o criador da cervejaria, a situação foi ficando mais difícil. No primeiro semestre deste ano, a Resistência quase fechou as portas. Um novo gás veio após um incêndio sofrido em junho, quando frequentadores e apoiadores fizeram uma campanha para ajudar a reformar e trazer o espaço de volta. Entretanto, após isso, a crise se agravou novamente.

“Pela primeira vez eu tive que atrasar aluguel, conta de luz. E aí por isso nós resolvemos fazer essa campanha de doação mensal”, explica Barra. 

A cervejaria funciona na rua Leonora Armstrong, 35, em Ponta Negra, zona sul de Natal. As doações podem ser feitas por meio do Pix: [email protected]

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.