Governo Lula traz de volta mais de 13 mil pessoas ao Farmácia Popular
Natal, RN 5 de mar 2024

Governo Lula traz de volta mais de 13 mil pessoas ao Farmácia Popular

8 de janeiro de 2024
4min
Governo Lula traz de volta mais de 13 mil pessoas ao Farmácia Popular

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Rio Grande do Norte experimentou uma volta de usuários ao Farmácia Popular em 2023. Entre janeiro e novembro do ano passado, 437.987 potiguares tiveram acesso a medicamentos pelo programa. Com isso, 13.490 pessoas que haviam deixado de ser atendidas em 2022 conseguiram acesso aos produtos farmacêuticos. Os dados são do Ministério da Saúde.

Atualmente, o Farmácia Popular está presente em 4.515 municípios brasileiros, cobrindo 81% do território nacional com quase 31 mil estabelecimentos. No Rio Grande do Norte, são 138 cidades atendidas, equivalente a 82% do estado e 543 locais credenciados.

O Programa Farmácia Popular do Brasil (PFPB) completa dez anos em 2024, foi criado no Governo Lula com o intuito de complementar a disponibilização de medicamentos utilizados na Atenção Primária à Saúde (APS), por meio de parceria com farmácias e drogarias da rede privada. Dessa forma, além das Unidades Básicas de Saúde ou farmácias municipais, o cidadão poderá obter medicamentos nas farmácias e drogarias credenciadas ao PFPB.

Bolsa Família e saúde da mulher

Entre junho e novembro de 2023, o Farmácia Popular atendeu 89.658 beneficiários do Bolsa Família no Rio Grande do Norte, com a dispensação de mais de 40,5 milhões de medicamentos e fraldas geriátricas, com investimento de mais de R$ 6,2 milhões do Ministério da Saúde.

Em todo o país, mais de dois milhões de beneficiários do Bolsa Família foram atendidos, com a retirada de 945 milhões de produtos farmacêuticos. Um crescimento de 23,9% no número de pacientes atendidos e um aumento de 19,8% no número de retiradas feitas por pessoa do Bolsa Família. 

O programa também ampliou o acesso farmacêutico para cuidado com a saúde da mulher, com aumento no número de usuárias e na dispensação de medicamentos. No Rio Grande do Norte, durante o ano anterior, 17.819 mulheres retiraram 314.852 medicamentos indicados para o tratamento de osteoporose e contraceptivos, que eram oferecidos com preços mais baixos (50% de desconto), mas agora integram o rol de gratuidade. Em todo o país, 167.398 mulheres foram atendidas pela nova medida.

Como ter acesso 

Para acessar os medicamentos disponíveis, o paciente deve comparecer a um estabelecimento credenciado, identificado pela logomarca do Farmácia Popular, apresentando documento oficial com foto e número do CPF ou documento de identidade em que conste o número do CPF, além de receita médica dentro do prazo de validade, tanto do SUS quanto de serviços particulares.

No caso de fraldas geriátricas, o paciente deverá ter idade igual ou superior a 60 anos ou ser pessoa com deficiência, e deverá apresentar prescrição, laudo ou atestado médico que indique a necessidade do uso.  

Confira a lista de medicamentos

Gratuitos para toda a população:

  • Asma: brometo de ipratrópio (0,02 mg e 0,25 mg); dipropionato de beclometasona (50 mcg, 200 mcg e 250 mcg); sulfato de salbutamol (100 mcg e 5 mg).
  • Diabetes: cloridrato de metformina (500 mg, com e sem ação prolongada, e 850 mg); glibenclamida (5 mg); insulina humana regular (100 ui/ml); insulina humana (100 ui/ml).
  • Hipertensão: atenolol (25 mg); besilato de anlodipino (5 mg); captopril (25 mg); cloridrato de propranolol (40 mg); hidroclorotiazida (25mg); losartana potássica (50 mg); maleato de enalapril (10 mg); espironolactona (25 mg); furosemida (40 mg); succinato de metoprolol (25 ml).

Gratuitos para beneficiários do Bolsa Família e com coparticipação para demais usuários: 

  • Dislipidemia (colesterol alto): sinvastatina (10 mg, 20 mg e 40 mg).
  • Doença de Parkinson: carbidopa (25 mg) + levodopa (250 mg); cloridrato de benserazida (25 mg) + levodopa (100 mg).
  • Glaucoma: maleato de timolol (2,5 mg e 5 mg).
  • Incontinência: fralda geriátrica.
  • Osteoporose: alendronato de sódio (70 mg)
  • Rinite: budesonida (32 mg e 50 mg). dipropionato de beclometasona (50 mcg/dose)
  • Diabetes tipo 2 + doença cardiovascular (> 65 anos): dapagliflozina (10 mg).

Gratuitos para mulheres:

  • Anticoncepcionais: acetato de medroxiprogesterona (150 mg); etinilestradiol (0,03mg) + levonorgestrel (0,15 mg); noretisterona (0,35 mg); valerato de estradiol (5 mg) + enantato de noretisterona (50 mg).
  • Osteoporose: alendronato de sódio (70 mg).

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.