Cultura LGBTQ+ promove festa e premiação neste sábado (2)
Natal, RN 26 de mai 2024

Cultura LGBTQ+ promove festa e premiação neste sábado (2)

1 de março de 2024
4min
Cultura LGBTQ+ promove festa e premiação neste sábado (2)
Foto Capa: Felipe Santelli / Divulgação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A expressão artística, que foi ganhando o nome de cultura Ballroom, com origem nas comunidades negras e latinas de Nova York na década de 1980, é uma atividade da comunidade LGBTQIAP+ que alcançou reconhecimento global. Inclusive, aportando em Natal e no Rio Grande do Norte. Neste sábado (2), haverá a Baby Miniball, no Clube Frisson, localizado na Rua Chile, 79, na Ribeira, a partir das 18h30. O evento terá quatro categorias competitivas com premiação: Runway Beginners, NB Realness (exclusiva para pessoas não-binárias), Bizarre e Baby Vogue. A entrada é gratuita e a realização conta com o apoio da Bala Prod. e do Clube Frisson.

Segundo divulgação, já foram realizadas três Balls no Estado com grande adesão do público, promovendo também intercâmbio com as cenas de estados próximos como Paraíba. No Rio Grande do Norte, a comunidade Ballroom é relativamente nova, as lideranças como a Casixtranha e a Casa de Acúenda têm dinamizado a cena por meio de treinos e oficinas, além de terem organizado a primeira Ball do estado, que aconteceu em 2023.

Nas Balls as pessoas que caminham competem desde o voguing - uma forma altamente estilizada de dança inspirada em poses de capa de revista, até desfiles de moda e desafios estéticos. Cada categoria proporciona aos competidores a oportunidade de exibirem sua singularidade e talento de diversas maneiras.

A Baby Miniball é o primeiro evento organizado pelas 007’s Ballroom RN. Arte/Divulgação

As lideranças da Ballroom RN têm oferecido oficinas e treinos gratuitos e semanais para fomento da cena. Foto: Felipe Santelli

As "casas" desempenham um papel crucial na cultura Ballroom, servindo como pilares essenciais dessa comunidade. Além de grupos, são consideradas famílias escolhidas, oferecendo apoio, mentoria e um sentido de pertencimento aos membros. Cada casa possui sua própria hierarquia e história, geralmente liderada por mães ou pais que orientam os participantes em competições de voguing e desfiles. Esses espaços proporcionam um ambiente seguro e acolhedor para pessoas de todas as orientações de gênero, sexualidade e etnias expressarem sua autenticidade. Nas Balls, há também aqueles que não estão associados a nenhuma casa, mas desejam competir. São conhecidos como free agents. Costumam adotar o termo "007" em vez do sobrenome de uma casa, ao se identificarem.

Para Ace 007, organizadora da Baby Ball, o objetivo do evento é abranger um maior público. “Nossa cena é muito nova. Obviamente nem todas as pessoas que querem fazer parte dos bailes possuem uma casa. Dessa forma, a ideia dessa Ball, desde a temática, é fomentar que novos rostos comecem a caminhar e a conhecer o que é a Ballroom do estado. Nossa Ball é toda organizada pelas 007’s e temos grandes expectativas para o dia do evento”, explica.

A Baby Miniball é o primeiro evento organizado pelos 007’s da Grande Natal. O código de vestimenta sugerido para quem for caminhar são as cores pastel, preto e branco. Os prêmios para cada categoria variam de R$40,00 a R$60,00, que recebe o apoio do DCE José Silton Pinheiro, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e da União Estadual dos Estudantes (UEE), além de outras parcerias, que oferecem um ensaio fotográfico e um kit.

A realização de eventos como a Baby Ball não apenas promove a arte e a cultura Ballroom, mas também busca o reconhecimento e a criação de espaços seguros para corpos queer e as expressões de talento dentro da comunidade. “Através dessas iniciativas, a comunidade Ballroom do Rio Grande do Norte almeja um futuro próspero e potente”, afirma Gil Araújo, integrante da comunidade. Para mais informações, acesse o perfil no Instagram do Ballroom RN.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.