Há 20 anos, “Pão doce” é alimento da cultura de Mossoró
Natal, RN 26 de mai 2024

Há 20 anos, "Pão doce" é alimento da cultura de Mossoró

27 de março de 2024
4min
Há 20 anos,
Encenação de A Casatória C'a Defunta - Foto: Fred Gustavos

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A própria origem do nome do grupo de teatro – “Companhia Pão Doce” – já mostrava ao público a missão dos integrantes, e o papel social da arte, carregando o significado da cultura. Em 2001, o grupo de artistas foi chamado para fazer uma apresentação no centenário do Colégio Diocesano Santa Luzia, escola tradicional de Mossoró. Na ocasião, foi pedido para eles encenarem um trecho do poema Aurora da Minha Vida, do escritor Naum Alves de Souza.

No final da apresentação, a organização do evento distribuiu um pão doce para quem participava da solenidade escolar. E como aquele tal grupo de amigos não tinha um nome próprio, as pessoas que assistiram à peça começaram a ligá-lo ao “grupo que dava pão doce”.

Quatro anos depois, esse poema seria a inspiração para o primeiro espetáculo da companhia, “Meus Bons Tempos”. O ano marca o início oficial do grupo, comemorado nesta terça-feira (26) 20 anos. 

“Os desafios de trabalhar com teatro em Mossoró não é diferente de outros lugares. Os apoios, incentivos, espaços, fomentos, projetos, acessibilidade para que fazedores culturais possam realizar seus trabalhos com dignidade ainda acontecem de  forma tímida. Destaco em Mossoró, a falta de ações culturais de continuidade anual.”, analisa a atriz Mônica Danuta está no grupo há 19 anos.  “Entrei na companhia em 2006, para compor o elenco do espetáculo "Meus Bons Tempos”, e já fui integrante do GRUDUM (Grupo de dança da universidade - UERN)”. 

PÃO DOCE 20 ANOS - Foto: Madson Ney (Da esquerda para a direita: Mônica Danuta, Paulo Lima, Raull Davyson e Ligia Kiss)

Atuando no interior do Rio Grande do Norte, a expressão “20 anos não são 20 dias” se faz ainda mais presente, pois cada movimento cultural é símbolo de resistência. Principalmente em uma cidade como Mossoró, no nordeste do Nordeste do Brasil.

E anos mais tarde, Mônica ainda completa que: "Até 2014, a Cia desenvolvia projeto somente em Mossoró. Com a estreia do espetáculo "A Casatoria c'a defunta" (primeiro texto autoral) a Cia pode participar de festivais e circulação a nível nacional e internacional. O que motivou a Cia a se profissionalizar."

Com mais de 20 espetáculos no currículo, o grupo de Teatro Pão Doce comemora seu aniversário de duas décadas hoje, dia 26 de março, com a peça ‘A Casatória da Defunta’. Com o projeto “Pão Doce 20 Anos” contemplado na Fundação Nacional de Artes, do Governo Federal, os artistas terão a chance de ampliar a casa e dar a devida atenção que o espaço necessita.

Além disso, soma-se às comemorações, o aniversário de 10 anos de um dos espetáculos mais conhecidos da companhia, “A Casatória C’a Defunta”, que já participou de circulação em todo o Brasil, como o Palco Giratório, apresentando-se em 19 Estados.

O papel social do grupo não para por aí, pois ao longo do ano de 2024, a comunidade mossoroense vai poder aproveitar diversas atividades culturais gratuitas, como oficinas de Trança Afro, com Simone França; oficina de narrativas e escritas, com Daniel Guedes; oficina voltada para como brincar e estimular crianças com autismo, com Marjoreen Paiva; aula-show sobre musicalização infantil, com Bruno Hermínio; e apresentação do espetáculo História Brincada.

“A sensação é de muita alegria, de realização, que estamos no caminho certo e que ainda temos muito chão para percorrer e muita arte para realizar!” Declarou Mônica.

Além disso, uma oficina de dança do estilo waacking, com Ariadna Medeiros; ação artística do Movidos Grupo de Dança, de Natal/RN; oficinas de lambe-lambe, com Danielle Brito; atendimento odontológico, com a odontóloga Anna Gabriela, tanto para crianças da comunidade que vem de uma maior vulnerabilidade social quanto para a comunidade LGBTQIAPN+; mostra audiovisual; e ação especial voltada para teatro.

Essa comemoração também conta com uma sessão extra, nesta quarta-feira (27), também às 19h no Espaço Teatro de Quintal, e para mais informações, siga o perfil @ciapaodoce

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.