Exposição “Memórias do Mar” estreia nesta sexta na Pinacoteca
Natal, RN 25 de mai 2024

Exposição "Memórias do Mar" estreia nesta sexta na Pinacoteca

26 de abril de 2024
3min
Exposição
Exposição valoriza a pesca cultural na Costa Branca | Foto: João Oliveira

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A exposição “Memórias do Mar”, do artista visual João Oliveira, vai estrear na Pinacoteca do Estado, nesta sexta-feira (26), às 19h. Pelas lentes do artista, a mostra reúne instalações, cianotipias, colagens e séries fotográficas contando a importância da pesca cultural na Costa Branca do estado. Além disso, a exposição também vai ser palco da reestreia do fotolivro “Sal e Mangue”, lançado em 2021 pela Margem Editorial e impresso pela Caule de Papiro e resultado de sua primeira imersão na Costa Branca, entre os anos de 2015 e 2019.

A inspiração para o trabalho de Oliveira veio após anos de pesquisa antropológica, e principalmente por causa do seu envolvimento com o Núcleo de Antropologia Visual (NAVIS), na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), sob a orientação da professora Lisabete Coradini, que também assina a curadoria da mostra ao lado de Paula Lima.

A exposição, a primeira que o artista monta na Pinacoteca do Estado, vai contar com núcleos, instalações, colagens e processos experimentais, como a cianotipia, técnica feita à mão para imprimir negativos monocromáticos por meio de uma emulsão que revela as imagens em qualquer suporte absorvente em diferentes tonalidades da cor azul.

Foto: João Oliveira

Vale destacar que esse trabalho, além de ressaltar a trajetória de João como fotógrafo, também mostra seu amadurecimento como artista visual contemporâneo, explorando os mais diferentes suportes, que vão além da fotografia, e diversas práticas de ateliê.

Interesse pela Costa Branca tem relação com memórias familiares

Fundador da galeria Margem Hub, o artista visual, concentrou sua pesquisa especialmente nas comunidades de Diogo Lopes, Sertãozinho e Barreiras, no município de Macau, na Costa Branca potiguar, a 185,2 km de Natal. “É um lugar que chama atenção pelas características sociais e geográficas. Tem forte presença da indústria do sal, e ao mesmo tempo você vê a cultura da pesca artesanal”, contou o artista.

A Costa Branca do RN é composta por diversos municípios do Centro e Oeste do estado e reúne paisagens que vão do sertão ao mar. 

Já a exposição será dividida por seções com destaque para as séries “Derivas”, que o artista apresenta registros de objetos encontrados nas áreas de mangue; a série “Barcos”, que explora a relação simbólica entre a comunidade e suas embarcações; e a instalação “Cardume”, que revela uma visão singular dos peixes e da cultura pesqueira. 

SERVIÇO: Exposição “Memórias de Mar”, de João Oliveira

DATA:  26 de abril de 2024 (sexta-feira)

HORÁRIO: 19h – entrada gratuita!

LOCAL:  Palácio Potengi | Pinacoteca do Estado – Praça Sete de Setembro. Cidade Alta. Natal (RN).

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.