Homenageando mulheres, projeto “Rimas Potiguares” estreia nesta sexta 
Natal, RN 26 de mai 2024

Homenageando mulheres, projeto “Rimas Potiguares” estreia nesta sexta 

22 de março de 2024
3min
Homenageando mulheres, projeto “Rimas Potiguares” estreia nesta sexta 
Maria Soledade é violeira e repentista | Foto: divulgação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar


O projeto “Rimas Potiguares”, da Fundação José Augusto, estreia nesta sexta-feira (22) na Pinacoteca do Estado. O evento é gratuito,  começa às 19h e vai contar com apresentações de poetas, repentistas e cordelistas.

Em homenagem ao mês da mulher, a edição de estreia terá uma programação feminina com fortes nomes da cultura popular. Passam pelo evento, grandes nomes da cultura repentista violeira, como Santinha Maurício, de Pernambuco, e Maria Soledade, da Paraíba. As cordelistas potiguares Tonha Mota e Cláudia Borges e as poetas da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins, Adélia Costa e Lúcia Eneida também participam do projeto. 

Santinha Maurício, nasceu em Pernambuco, começou na profissão com 18 anos, em 1968, e até hoje não perde uma roda de viola, repente e cantoria. Já Maria Soledade, que é paraibana, é conhecida pela desenvoltura com que maneja a viola e o verso improvisado. A repentista é um exemplo nesse universo, que é dominado por homens, e mesmo sem apoio construiu uma carreira sólida e hoje é referência na cultura. 

Os poetas Felipe Pereira e Helânio Moreira e outras apresentações culturais fecham a programação. O que significa que cada apresentação vai contar com a participação de artistas potiguares e da região Nordeste, assim como representantes de outras manifestações da arte popular.

Projeto é itinerante e vai percorrer todo o estado 

O evento, que vai reunir poetas repentistas para realizar rimas improvisadas ao som da viola, tem sido prometido para acontecer mensalmente, sempre na última sexta-feira do mês. A edição de abril, inclusive, já tem data e local marcado: vai ser no dia (27), na Casa de Cultura Sobrado da Baronesa, em Assú, que é conhecida popularmente como a terra dos poetas potiguares.

Segundo Gilson Matias, diretor da Fundação José Augusto (FJA), o “Rimas Potiguares” tem o objetivo de percorrer todo o Rio Grande do Norte, com as edições mensais pensadas em promover a cultura do estado. Além disso, cada edição terá como carro-chefe a cantoria de viola e também outras manifestações culturais que envolvam rimas, como o coco de roda, o cordel, o repente e o hiphop. 

O projeto “Rimas Potiguares” é uma realização do Governo do Estado, por meio do gabinete da Secretária Extraordinária de Cultura e da Fundação José Augusto.

Serviço

Rimas Potiguares

  • 22 de março de 2024
  • 19h  
  • Gratuito 
  • Pinacoteca do Estado - Praça Sete de Setembro, s/n - Cidade Alta, Natal (RN)

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.