Teatro Alberto Maranhão celebra 120 anos com concerto gratuito
Natal, RN 26 de mai 2024

Teatro Alberto Maranhão celebra 120 anos com concerto gratuito

23 de março de 2024
1min
Teatro Alberto Maranhão celebra 120 anos com concerto gratuito
Foto: Igor Glênio

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Um concerto gratuito neste domingo (24) vai marcar os 120 anos do Teatro Alberto Maranhão. O evento faz parte da terceira edição do projeto Fima – Festival Interativo de Música e Arquitetura, que chega a Natal pela primeira vez. A entrada para a plateia será liberada às 16h.

Nesta edição, o Fima celebra os teatros históricos brasileiros e traz para o TAM uma programação especial: neste sábado (23), o projeto realiza uma gravação (sem público), e no dia 24 de março, às 17h, promove o concerto gratuito para a comemoração dos 120 anos do teatro. 

No programa, além de compositores universais, como Antônio Carlos Gomes, Jules Massenet e Heitor Villa-Lobos, também serão apresentados os clássicos potiguares Tonheca Dantas (Royal Cinema), Oriano de Almeida (Embalo de Saudade), Eduardo Medeiros e Othoniel Menezes (Praieira – Serenata de Pescador).

Para execução das peças, a soprano Virgínia Cavalcanti e o pianista Mateus Naamã se juntam ao professor da UFRN, Fabio Presgrave, trazendo um diálogo inédito entre a música, a arquitetura e a história deste emblemático teatro. Haverá também um momento sobre a importância e a história da casa, com a participação do dramaturgo Racine Santos e da professora de História do Teatro, da UFRN, Monize Moura, responsável pela preservação do acervo documental do Teatro Alberto Maranhão.

“O Teatro Alberto Maranhão tem uma importância gigantesca para a cultura potiguar, em especial para a dança, as artes cênicas e a música, e ficamos muito honrados em iniciarmos a nossa programação festiva com a vinda desse festival tão peculiar, que trata de história, arquitetura e música”, disse Gilson Matias, diretor geral da Fundação José Augusto, autarquia estadual que gerencia o TAM.

A entrada é gratuita e os ingressos devem ser reservados virtualmente. O link será liberado às 10h, no dia do evento, ficando disponível até 16h ou até esgotar a capacidade do teatro. O link do Sympla pode ser acessado clicando AQUI.

MAIS SOBRE O TAM – Iniciada em 1898, a mando do segundo Governador eleito pelo voto direto, Joaquim Ferreira Chaves, sua construção ecoava a modernização do Rio Grande do Norte, que chegava com a república recém-instaurada. Seu nome original, Teatro Carlos Gomes, homenageou este grande compositor brasileiro até 1957, quando sua denominação foi mudada a mando do Prefeito de Natal, Djalma Maranhão.

A renomeação para Teatro Alberto Maranhão, teve como objetivo homenagear o Governador que concluiu a construção, inaugurando a casa em 24 de março de 1904 e que também promoveu sua grande remodelação pouco tempo depois.

Programa do concerto

ANTÔNIO CARLOS GOMES (1836–1896)

Quem Sabe?!...

Duração: 8 minutos

JULES MASSENET (1842–1912)

Elegie

Arranjo por Maik Kronhardt

Duração: 3 minutos

TONHECA DANTAS (1871–1940)

Royal Cinema

Duração: 4 minutos

PABLO LUNA (1879–1942)

De España Vengo (El Niño Judío)

Duração: 6 minutos 

ORIANO DE ALMEIDA (1914–2004)

Embalo de Saudade

Duração: 4 minutos

Meu Baraio

Duração: 3 minutos

MÁRIO TAVARES (1928–2003)

Ballada

Duração: 3 minutos

EDUARDO MEDEIROS (Data de nascimento e morte não disponíveis) / OTHONIEL MENEZES (1895–1969)

Serenata do Pescador

Duração: 6 minutos

HEITOR VILLA-LOBOS (1887–1959)

Bachianas Brasileiras No. 5 - Ária (Cantilena)

Duração: 6 minutos

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.