Natal começa esquema vacinal com dose única contra o HPV
Natal, RN 24 de mai 2024

Natal começa esquema vacinal com dose única contra o HPV

5 de abril de 2024
4min
Natal começa esquema vacinal com dose única contra o HPV
Público alvo são crianças e adolescentes de 9 a 14 anos | Foto: Phillipe Guimarães/MS

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) iniciou o esquema de vacinação, em dose única, contra a infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) no município. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (4) e segue a Nota Técnica N.º 41/2024, publicada pelo Ministério da Saúde, que recomenda a dosagem única depois de estudos que constataram a eficácia na proteção de uma dose do imunizante. 

A recomendação da estratégia de imunização, que será em dose única, será para crianças e adolescentes, entre 9 e 14 anos, que nunca receberam nenhuma dose do imunizante. Incorporado no Calendário Nacional de Vacinação, do Programa Nacional de Imunizações (PNI), as pessoas portadoras de papilomatose respiratória recorrente (PRR), serão incorporadas no esquema vacinal como um grupo prioritário da vacina HPV. 

“Existem diversos tipos de vírus do HPV e alguns deles podem causar doenças graves como o câncer do colo do útero, terceiro tipo de câncer mais diagnosticado em mulheres no Brasil. Então, a vacinação é uma grande aliada no combate a essas doenças, pois garante uma resposta maior para crianças e adolescentes caso tenham contato com o vírus quando estes iniciarem sua vida sexual”, comentou Rayanne Araújo, secretária adjunta de Atenção Integral à Saúde (SAD/AIS).

Para se vacinar, os usuários do SUS do município podem procurar uma das Unidades Básicas de Saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e de 13h às 15h, e também um dos pontos extras de vacinação, que ficam nos Shoppings Midway Mall e Partage Norte Shopping, na Zona Norte, que funcionam de segunda a sexta-feira das 13h às 20h. Já nos sábados, o funcionamento é das 15h às 20h. Além disso, é necessário levar documento de identificação e cartão de vacina.

A adoção da dosagem única é uma recomendação do Ministério da Saúde em concordância com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), e tem o objetivo de incentivar uma maior adesão do público para a vacinação, visando aumentar a cobertura vacinal e, posteriormente, incluir outros públicos prioritários para a imunização.

HPV é uma infecção sexualmente transmissível 

O Papilomavírus Humano (HPV) é considerado, atualmente, a infecção sexualmente transmissível mais comum em todo o mundo, sendo também o principal causador do câncer de colo de útero. Outras doenças causadas pelo vírus, podem ser o câncer de pênis, anus e boca. 

A vacina contra o HPV é quadrivalente, ou seja, protege contra os tipos virais 6, 11, 16 e 18 (os dois últimos tipos são responsáveis por cerca de 71% dos casos de câncer de colo de útero e por mais da metade dos casos de outros cânceres relacionados ao HPV). A estimativa do Ministério da Saúde é que cerca de 17 mil mulheres sejam diagnosticadas com a doença no Brasil todos os anos. 

Outro fato para mencionar, é que mesmo sendo enfermidade que pode ser prevenida, o câncer de colo de útero, causado pelo HPV, segue como um dos tipos de cânceres mais comum e é também a quarta causa de morte por câncer em mulheres - sobretudo negras, pobres e com baixos níveis de educação formal.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.