Uma em cada três pessoas que vivem na América Latina estará na pobreza até o fim do ano, aponta Cepal

A Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) apresentou no início de junho de 2022, um novo relatório com previsões econômicas para a região. E os dados apontam um cenário assustador em curto prazo: 33% dos que vivem na região estarão em situação de pobreza. Desses, quase 15% estarão no triste grupo da pobreza extrema, ou seja, terão menos R$ 9 reais (1,90 dólares) por dia para viver. Outro dado avassalador: até dezembro de 2022, mais 8 milhões pessoas que vivem na região terão algum tipo de insegurança alimentar. É um aumento de quase 8% e ao final do ano a América Latina terá 94,4 milhões de pessoas que não vão conseguir fazer três refeições diárias.

Foto: Elisa Elsie - AssecomRN

Morre Hannah Safieh, o digno, humano e resistente palestino que viveu no RN

Digno, humano e resistente. Os três adjetivos foram escritos nesta sexta-feira (18) em várias mensagens de potiguares quando noticiaram e lamentaram nas redes sociais a morte de Hannah Safieh. Ele nasceu na Palestina mas há muitas décadas vivia em Natal/RN, onde morreu aos 79 anos.

Na Justiça, Seturn diz que volta de 100% da frota requer tarifa a R$ 8,25 em Natal

Em audiência de conciliação na Justiça, ocorrida de forma virtual na sexta-feira (17), o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Natal (Seturn) apresentou um estudo que aponta a necessidade de dobrar o valor da tarifa de ônibus de Natal para conseguir colocar nas ruas 100% da frota. O Seturn defende que a tarifa deveria passar de R$ 3,90 para pagamento em cartão (e de R$ 4 para pagamento em espécie) para R$ 8,25.

Postos de Natal se antecipam a possível anúncio da Petrobras e aumentam preço do combustível no feriado

A expectativa do mercado é que a Petrobras anuncie um novo aumento no preço dos combustíveis nesta sexta (17), mas com validade a partir da próxima segunda (20). Em Natal, a gasolina comum está a R$ 7,99.

UFRN detecta duas novas variantes Ômicron da covid no Brasil em pacientes de Natal

O Instituto de Medicina Tropical (IMT) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) detectou dois novos tipos de variantes Ômicron da covid-19 coletadas, em maio, de pessoas em Natal. Com dados relativos ao mês de maio, a diretora do IMT-UFRN, Selma Jerônimo, avalia que as novas sublinhagens indicam ser mais transmissíveis, visto que houve um aumento no número de pessoas com covid-19 nas últimas semanas.