Mulheres vão às ruas em todo o país contra o machismo e o avanço do fascismo
Natal, RN 13 de abr 2024

Mulheres vão às ruas em todo o país contra o machismo e o avanço do fascismo

7 de março de 2020
Mulheres vão às ruas em todo o país contra o machismo e o avanço do fascismo

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

As mulheres vão às ruas neste domingo (8) em todo o país. Só nas capitais brasileiras estão previstas 34 manifestações organizadas pela Frente Brasil Popular. Na maioria dos Estados os atos serão unificados, com partidos e movimentos sociais somando e dividindo o protagonismo na celebração pelo Dia Internacional das Mulheres.

Em Natal (RN), a unidade não foi possível e duas manifestações estão confirmadas. Neste domingo (8), a Frente Brasil Popular convocou movimentos sociais e mulheres para o ato “Mulheres em resistência: pela vida e por direitos” com concentração e batucada a partir das 8h, na praça das Flores, em Petrópolis. Por volta das 10h, as ativistas saem em caminhada até a praça dos Pescadores, na praia do Meio. No local haverá um ato político cultural. Estão marcadas performances do Mulherio das Letras e Show das Mulheres da Nação Zamberacatu. Antes da parte cultural haverá o lançamento da 5ª Ação Internacional da Marcha Mundial das Mulheres.

A Agência Saiba Mais vai cobrir o ato em Natal (RN). Acompanhe tudo pelas nossas redes sociais.
Concentração do ato terá batucada na praça das Flores, a partir das 8h (foto: Facebook / FBP)

O grande ato é contra o machismo, o patriarcado, o avanço do fascismo e imperialismo no Brasil e no mundo, em defesa de um país livre, democrático, feminista e popular.

No Rio Grande do Norte, a violência doméstica segue alta. Nos últimos quatro anos, 539 assassinatos contra mulheres registrados no Estado. Desses, 23,56% se concentram em Natal.

Ponta de partida

Historicamente, o 8 de março é o ponto de partida das lutas da classe trabalhadora no Brasil. Apenas em março, três grandes atos estão marcados e devem movimentar diversos setores sociais. Entre eles, o dia 14, que marca os dois anos do assassinato da ex-vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco, que segue sem conclusão sobre o mandante.

Já no dia 18, está prevista a manifestação em defesa da educação e contra as polêmicas autoritárias do presidente Jair Bolsonaro.

Segunda-feira

Na segunda-feira (9) também haverá um ato de mulheres a partir das 15h, com concentração ao lado da Catedral Metropolitana de Natal. A manifestação tem como temas “pela vida, por trabalho, em defesa da Previdência: mulheres contra Bolsonaro”.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.