+ Notícias

Pazuello diz que Brasil precisa de 454 milhões de doses de vacina, mas promete 230 milhões

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse a governadores nesta quarta-feira (17) que o Brasil precisará de 454 milhões de doses de vacinas contra covid-19 em 2021, mas apresentou cronograma até setembro, somando 230 milhões.

O calendário apresentado inclui doses negociadas e compradas pelo governo com o Butantan, a Fiocruz e um laboratório da Coreia que produz a AstraZeneca. A negociação também inclui doses da Pfizer e Jansen, que seriam entregues apenas a partir de outubro e que estão sob análise da Casa Civil.

Sob pressão de estados e municípios, Pazuello prometeu ainda que Ministério da Saúde não autorizará a compra de vacinas por entidades privadas. Segundo o ministro, toda aquisição será feita para o Programa Nacional de Imunizações.

Na terça-feira (16), a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) divulgou nota na qual diz atribuir aos “sucessivos equívocos do governo federal na coordenação do enfrentamento à covid-19” a “escassez e falta de doses de vacinas em cidades de todo o País” Para a Confederação Nacional de Municípios (CNM) é “necessária, urgente e inevitável a troca de comando da pasta para o bem dos brasileiros”.

“Não basta só o calendário. É urgente ampliar a quantidade de doses. Daí o governo federal tem que fazer um esforço cada vez maior para ter mais alternativas de aquisição de vacinas”, enfatizou a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, durante o encontro, acompanhada pela secretária adjunta da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap-RN), Maura Sobreira, e pelo vice-governador Antenor Roberto.

Fátima solicitou doses para vacinação de indígenas potiguares. Essa população está na primeira fase do plano de vacinação contra a covid-19, mas o imunizante não está chegando ainda às comunidades do estado. A escassez fez com que a primeira fase fosse novamente dividida contemplando, em primeiro momento, apenas profissionais de saúde e alguns idosos.

De acordo com o IGBE o estado conta com cerca de 2.400 indígenas. Pelo RN + Vacina, até esta quarta-feira (17), apenas 49 deles receberam a primeira dose de alguma vacina e 5 receberam as duas.

“Até o presente momento, as comunidades indígenas aqui do Rio Grande do Norte não foram vacinadas, porque não chegaram vacinas para esse segmento importante, que merece todo nosso respeito”, disse a governadora, ao reiterar que os professores também sejam inseridos nos grupos prioritários.

Confira o cronograma apresentado por Pazuello:

Fundação Oswaldo Cruz (vacina AstraZeneca/Oxford)
Janeiro: 2 milhões (entregues)
Fevereiro: 2 milhões (importadas da Índia)
Março: 4 milhões (importadas da Índia) + 12.900.000 (produção nacional com IFA importado)
Abril: 4 milhões (importadas da Índia) + 27,3 milhões (produção nacional com IFA importado)
Maio: 28,6 milhões (produção nacional com IFA importado)
Junho: 28,6 milhões (produção nacional com IFA importado)
Julho: 3 milhões (produção nacional com IFA importado)
Total primeiro semestre: 112,4 milhões de doses
A partir do segundo semestre, com a incorporação da tecnologia da produção da matéria-prima, o IFA, a Fiocruz deverá entregar mais 110 milhões de doses, com produção 100% nacional.

Fundação Butantan (vacina Coronavac/Sinovac)
Janeiro: 8,7 milhões (entregues)
Fevereiro: 9,3 milhões
Março: 18,1 milhões
Abril: 15,9 milhões
Maio: 6 milhões
Junho: 6 milhões
Julho: 13,5 milhões
Total: 77,6 milhões de doses
Até setembro, serão entregues mais de 22,3 milhões de doses da Coronavac, totalizando os 100 milhões contratados pelo Ministério da Saúde.

Covax Facility
Março: 2,6 milhões (vacina importada da AstraZeneca/Oxford)
Até junho: 8 milhões (vacina importada da AstraZeneca/Oxford)
Total: 10,6 milhões de doses

União Química (vacina Sputnik V/Instituto Gamaleya/RUS)
Março: 400 mil (importadas da Rússia)
Abril: 2 milhões (importadas da Rússia)
Maio: 7,6 milhões (importadas da Rússia)
Total: 10 milhões de doses
Com a incorporação da tecnologia da produção do IFA, a União Química deverá produzir, no Brasil, 8 milhões de doses por mês.

Precisa Medicamentos (vacina Covaxin/Barat Biotech/IND)
Março: 8 milhões (importadas da Índia)
Abril: 8 milhões (importadas da Índia)
Maio: 4 milhões (importadas da Índia)
Total: 20 milhões de doses

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo