Natal inicia vacinação bivalente em pessoas com 18+ com 30% do efetivo, greve e fila em postos
Natal, RN 14 de jul 2024

Natal inicia vacinação bivalente em pessoas com 18+ com 30% do efetivo, greve e fila em postos

25 de abril de 2023
4min
Natal inicia vacinação bivalente em pessoas com 18+ com 30% do efetivo, greve e fila em postos

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Desde a segunda (24), o Ministério da Saúde autorizou a aplicação da vacina bivalente para covid-19 nas pessoas com 18 anos ou mais. Porém, nesse mesmo dia, começou em Natal uma greve na rede municipal de saúde que tem resultado em filas extensas, alguns postos fechados e superlotação em Unidades de Pronto Atendimento (UPA's).

Com a paralisação, apenas 30% do efetivo de servidores da saúde está em atividade na capital para manutenção dos atendimentos de urgência e emergência. A UPA do Potengi, na Zona Norte da cidade, está entre as mais afetadas, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Rio Grande do Norte (Sindsaúde). Com o menor número de funcionários, o local está superlotado com mais de 50 pacientes internados.

Consulte a unidade mais próxima

Também por causa da greve, nem a Secretaria de Saúde (SMS) de Natal sabe dizer com precisão para quais locais as pessoas devem se deslocar para se vacinar com a bivalente. O site da Prefeitura de Natal, com as informações sobre os locais de vacinação, foi retirado do ar para manutenção, segundo aviso deixado na página.

De acordo com a SMS, a vacina bivalente para covid-19 está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 15h. Já nos pontos extras de vacinação (nos shoppings Midway Mall, Via Direta e Partage Norte Shopping), o atendimento vai de segunda a sexta das 13h às 20h e nos sábados, das 15h às 20h.

Porém, a própria Secretaria de Saúde da capital afirma que os horários podem variar e recomenda consultar a unidade mais próxima.

Quem pode?

Para receber a bivalente, é preciso ter concluído no mínimo o esquema básico das vacinas monovalentes com a D1 (1ª dose) e D2 (2ª dose). O intervalo mínimo para ser vacinado com a bivalente é de quatro meses após a última dose monovalente.

As pessoas não vacinadas ou que receberam apenas uma dose da vacina monovalente, devem iniciar ou completar o esquema das duas doses da vacina para, só então, receber a bivalente.  

Já as pessoas que completaram o esquema primário ou já receberam uma ou duas doses e reforço, poderão receber a dose de reforço bivalente, respeitando o intervalo de quatro meses da última dose recebida. 

Qual a diferença?

A vacina bivalente é um imunizante da Pfizer, que se diferencia das demais vacinas por conter as cepas mais atuais do novo coronavírus, inclusive, para a variante Ômicron. 

A greve 

Entre outros pontos, os servidores da rede municipal de saúde pedem o cumprimento da data-base, implantação e pagamento de retroativo das gratificações sonegadas, implantação e retroativo do adicional por tempo de serviço, fim do corte das gratificações dos servidores que estão em gozo de afastamento e retomada da mesa de negociação, para encerrar a greve.

Confira as UBS's:

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.