Após greve interrompida, trabalhadores do Detran-RN continuam cobraça de aumento salarial e concurso
Natal, RN 27 de mai 2024

Após greve interrompida, trabalhadores do Detran-RN continuam cobraça de aumento salarial e concurso

7 de agosto de 2023
2min
Após greve interrompida, trabalhadores do Detran-RN continuam cobraça de aumento salarial e concurso

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A pauta dos servidores do Detran-RN, com a reposição salarial e realização de concurso público, será discutida entre o Sindicato dos Servidores Públicos da Administração Indireta do Rio Grande do Norte (Sinai-RN) e o Governo do Estado na próxima quarta-feira (9).

A categoria parmaneceu em greve entre os dias 5 e 25 de julho, quando a Justiça determinou o retorno do atendimento integral. O Governo do Estado havia entrado com uma Ação no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN) justificando que houve baixa adesão à greve e graves danos aos usuários, e que não há uma “motivação válida” que justifique o movimento grevista, mas reivindicações gerais durante um processo de negociação.

"A greve foi encerrada devido uma ação judicial, embora tenham sentado à mesa de negociação sindicato, servidores, direção do Detran [Jonielson Pereira] e secretário de Administração [Pedro Lopes], tendo marcado para o dia 9 abertura pra negociar os pontos da pauta da campanha salarial", resumiu a coordenadora geral do Sinai-RN, Zilta Nunes.

O movimento alega que o governo do estado assinou um acordo em outubro de 2019, mas não diz quando vai realizar o concurso público. Informa apenas que o Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) que em breve será assinado com o Ministério Público de Contas (MPC) vai incluir a categoria.

Os trabalhadores apontam que nos últimos quatro anos a Autarquia arrecadou em média mais de 221 milhões de reais. Desse total, apenas 22% são usados para a folha de pagamento.

O Sindicato garante que a implementação de um Programa de Incentivo à Qualificação (PIQ) e o reajuste do Auxílio-Alimentação são passíveis de negociação; também reivindica pagamento dos processos de insalubridade, promoções e abono de permanência, bem como pautar problema de assédio moral que existe na Autarquia

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.