Hospital universitário de Santa Cruz inaugura primeiro Centro de Parto Normal do RN
Natal, RN 13 de abr 2024

Hospital universitário de Santa Cruz inaugura primeiro Centro de Parto Normal do RN

19 de setembro de 2023
4min
Hospital universitário de Santa Cruz inaugura primeiro Centro de Parto Normal do RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Hospital Universitário Ana Bezerra, da UFRN em Santa Cruz, inaugura nesta quinta-feira (21) dois espaços de atenção à saúde materno-infantil que compõem a Rede Cegonha. Um deles é o Centro de Parto Normal (CPN), primeiro equipamento do tipo no Estado, e a Casa da Gestante, Bebê e Puérpera (CGBP). 

Os serviços estão credenciados e habilitados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Com as inaugurações, o número de atendimentos passará de 2.400 partos/ano para 2.880 partos/ano, no mínimo. Com esse possível aumento de 480 partos anuais, o hospital universitário deve contribuir para a redução da Mortalidade Materna e Infantil.

Outras unidades hospitalares no RN fazem parto normal, mas não com um espaço específico para isso, como no caso do equipamento a ser inaugurado em Santa Cruz. Segundo Flávia Santos, gerente de atenção à saúde do hospital universitário, o centro traz algumas diferenças. 

“O CPN adota o modelo de cuidado que valoriza a fisiologia do trabalho de parto, parto e nascimento, por meio de boas práticas baseadas em evidências e implementação das políticas públicas em saúde”, define.

No Hospital Universitário Ana Bezerra, este cenário é composto por três ambientes confortáveis no modelo de suítes privativas PPP (pré parto, parto e puerpério), sendo uma delas com banheira de hidromassagem, permanecendo a mulher e seu acompanhante juntos em todas as fases clínicas, da admissão até a alta hospitalar. 

“Conta ainda com equipe multiprofissional e atuação do enfermeiro obstetra, elevando sua autonomia no processo parturitivo com vistas à integralidade e humanização do cuidado”, afirma Santos.

O Huab é um hospital estratégico para o SUS, por oferecer assistência materno-infantil para mais de 20 cidades do interior do Rio Grande do Norte, bem como, ser cenário de prática para a formação de estudantes de graduação dos cursos da área de saúde da UFRN e unidade executora de programas de residência médica e multiprofissional em saúde. 

Além disso, recentemente foi incorporada à infraestrutura do hospital a nova área de Acolhimento e Classificação de Risco para suporte ao atendimento das urgências obstétricas. 

“Tais estratégias de gestão subsidiam os objetivos institucionais de qualificar a atenção e a formação em saúde no âmbito da saúde materno-infantil e consolidar o HUAB na Rede de Atenção à Saúde”, destaca a superintendente do Huab, Maria Cláudia Medeiros Dantas de Rubim Costa.

Parto normal x cesárea

O Brasil é o segundo país do mundo com maior número de cesáreas. Só de janeiro a outubro do ano passado, o registro de cesarianas cresceu 57%, segundo o Ministério da Saúde.

Para a gerente de atenção à saúde do Hospital Universitário Ana Bezerra, Flávia Santos, o parto natural traz mais segurança à vida da mulher e do bebê.

“Segundo a Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde, um parto em CPN tem menos intervenções, é mais natural, e prioriza a garantia  dos direitos fundamentais de mulheres e crianças ao acesso a tecnologias apropriadas de atenção ao parto e nascimento, com adoção de práticas baseadas em evidências, incluindo-se a privacidade, a liberdade de movimentação e de posições durante o trabalho de parto e parto, o direito a acompanhante de livre escolha e a preservação da sua integridade corporal e psíquica”, explica ela.

“Este modelo favorece a melhoria dos resultados maternos e neonatais por reduzir intervenções desnecessárias e promover o protagonismo da mulher e maior satisfação  com o cuidado ofertado”, completa.

Sobre a Rede Ebserh

Desde 2013, o Hospital Universitário Ana Bezerra é integrante da rede de hospitais universitários públicos federais administrados pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Ebserh foi criada em 2011 e, atualmente, administra 41 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência. Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.