CIDADANIA

Potigás garante que não há vazamento de gás nas tubulações da Ponte do Igapó

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás) divulgou uma nota nesta segunda-feira, 11, garantindo que não há nenhuma ligação da interdição da Ponte do Igapó, feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), com um vazamento de gás das tubulações abaixo da estrutura. 

No comunicado, a Potigás ressaltou que se houvesse qualquer vazamento de gás seria imediatamente percebido pelo barulho, devido à forte pressão da rede. Além disso, a companhia disse que o odor sentido pelos moradores vem da decomposição do lixo existente nas proximidades do mangue. 

Ainda segundo a Companhia, uma equipe esteve no local, na manhã desta segunda-feira (11),  para verificar a informação sobre o suposto vazamento de gás e concluiu que o gasoduto, que existe há mais de 30 anos na área, não possui nenhum desgaste. 

Essa tubulação é importante pois leva gás natural para toda a Zona Norte e é a responsável direta por abastecer residências, comércios e indústrias que geram empregos e renda para a população do outro lado da ponte.

“A Potigás reafirma a segurança de suas operações e disponibiliza para a população o seu número de emergência, o 117, que funciona 24 horas por dia nos sete dias da semana e a ligação é gratuita”, diz a nota. 

Interdição

Nesta segunda-feira (11) o lado direito da ponte começou a ser interditado, no sentido Zona Norte/Centro, por um ano, para a conclusão das obras de requalificação da avenida Felizardo Moura.

Segundo o DNIT, o trecho estará sinalizado com placas, cones e outros dispositivos de sinalização, alertando para interdição. Ainda de acordo com o órgão, a interdição é necessária para concluir os serviços de reabilitação da ponte sobre o Rio Potengi.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Previous ArticleNext Article