Prefeito de Mossoró nega terrenos para CAERN e construção de escola
Natal, RN 13 de abr 2024

Prefeito de Mossoró nega terrenos para CAERN e construção de escola

7 de outubro de 2023
3min
Prefeito de Mossoró nega terrenos para CAERN e construção de escola

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra (União Brasil), negou a cessão de dois terrenos para importantes obras do governo do estado: a construção de uma unidade do Instituto Estadual do Rio Grande do Norte (IERN), no bairro Santo Antônio, e a instalação de sistema de abastecimento da Caern (Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte), em Bela Vista. O gestor não se manifestou sobre o fato e a Prefeitura não respondeu ao contato da Agência SAIBA MAIS na manhã deste sábado (7).

As escolas de ensino técnico e profissionalizante do RN estão sendo instaladas em Natal, Touros, São José de Mipibu, Tangará, Santana do Matos, Jardim de Piranhas, Campo Grande, Umarizal, Alexandria, São Miguel, Areia Branca e Mossoró. As unidades estaduais seguirão o modelo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN). A iniciativa da gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) é parte Programa Nova Escola Potiguar (PNEP).

A Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN (Seec/RN) esclareceu que, apesar da negativa da Prefeitura, o governo assegura o IERN de Mossoró, no mesmo bairro. Para isso, comprou um terreno de valor superior a R$ 2 milhões. Também informou que o governo está em tratativas com a Prefeitura de São José de Mipibu para doação de terreno. As outras 10 unidades já estão em construção e a previsão é que sejam entregues em 2024.

A deputada estadual Isolda Dantas (PT) expôs a gestão do prefeito Allyson nas redes sociais: 

“Eu nunca ouvi falar na história de uma cidade que um prefeito negasse um terreno para construir uma escola. Gente, não tem nada mais atrasado”.

Isolda Dantas, deputada estadual pelo PT

O segundo terreno negado foi no bairro Bela Vista e mede cerca de 7,4 mil metros quadrados. O local era pleiteado pela Caern para dar continuidade a reservatório de água. Em nota, a Companhia A Caern esclareceu que o equipamento é “fundamental para o Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de Mossoró e, principalmente, para a segurança hídrica da cidade”.

Ainda de acordo com a Caern, o SAA tem como principal estrutura a adutora Apodi-Mossoró. O valor total da adutora e da ampliação do sistema de abastecimento de água do município é de aproximadamente R$ 200 milhões, já tendo sido investido na primeira etapa, em valor atualizado cerca de R$120 milhões. E nessa fase de R$82 milhões.

“O reservatório foi iniciado há 4 anos e todo sistema projetado para o local, não sendo viável uma mudança. A Companhia segue em tratativas, sempre prezando pelo melhor atendimento da população”, comunicou a Caern.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.