Ocupação na rede Carrefour conquista 6 mil cestas básicas no Brasil
Natal, RN 27 de fev 2024

Ocupação na rede Carrefour conquista 6 mil cestas básicas no Brasil

9 de dezembro de 2023
5min
Ocupação na rede Carrefour conquista 6 mil cestas básicas no Brasil

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A luta para que as famílias brasileiras tenham direito a um “Natal Sem Fome” conquistou, neste sábado (9), 6 mil cestas básicas. Campanha organizada há mais de duas décadas pelo Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) ocupou unidades da rede de supermercados Carrefour em 18 estados do Brasil. No Rio Grande do Norte, mais de 300 famílias das ocupações urbanas permaneceram por mais de 9 horas na unidade da Zona Norte de Natal.

Trabalhadores e trabalhadoras, mulheres, crianças e idosos integravam as mobilizações em todo o país. É o caso de Maria Lúcia de Lima, 65. Há três anos, a vendedora ambulante e sua família se organizaram junto a outras 35 famílias da Ocupação Emmanuel Bezerra.

Saiba Mais: MLB tem ônibus incendiado após ocupar supermercado em Natal

Maria Lúcia de Lima, 65 anos, moradora da Ocupação Emmanuel Bezerra

A gente resolveu procurar o MLB pra lutar e conquistar uma casa, uma moradia digna”, afirma Maria Lúcia ao dizer do orgulho em integrar o movimento.

A ação da qual Maria Lúcia participou neste sábado acontece depois do MLB ter protocolado solicitações de reunião com a empresa e faz parte de uma mobilização nacional que reivindica a garantia de uma alimentação digna às famílias pobres.

Numa época em que para alguns é comum a mesa farta e presentes nas reuniões familiares, A Campanha Natal Sem Fome do MLB faz a denúncia que grande parte das famílias brasileiras terá um Natal com fome ou sem a certeza da refeição”, alerta Marcos Antônio coordenador do MLB no Rio Grande do Norte.

Marcos Antônio coordenador do MLB no Rio Grande do Norte

Segundo dados do relatório FAO de 2021 e da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede PENSSAN), enquanto 125 milhões de pessoas vivem em situação de insegurança alimentar, quando não há a garantia de que terá o que comer na próxima refeição, quase 13 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçados por ano no Brasil.

Por que as grandes redes de supermercado não colocam esses alimentos que vão jogar fora para doação, para os movimentos sociais, para as ONGs, para as instituições de caridade?”, questiona Marcos.

Segundo ele, a ocupação à rede de supermercados denuncia o desperdício de alimentos nestes estabelecimentos e os crimes de racismo e homofobia registrados nestas unidades nos últimos anos. 

"O Carrefour carrega nas mãos o sangue de João Alberto, homem negro que foi espancado e asfixiado até a morte em uma loja da rede em Porto Alegre. E quem não se lembra do caso do Seu Moisés, promotor de vendas do Carrefour de Recife, que faleceu durante o trabalho e teve seu corpo coberto por guarda-sóis até o fim do expediente?", recorda o MLB em postagem nas redes sociais. 

Com palavras de ordem, as famílias denunciaram, ainda, o apoio da empresa aos ataques de Israel contra o povo palestino. 

Violência

Manifestação pacífica foi alvo de violência. Militantes do MLB foram agredidos e ameaçados por Wendel Lagartixa. O ex-policial militar chegou a bater e rasgar a roupa de um manifestante, e só saiu do local com a intervenção da polícia militar.

 “Estávamos num ato pacífico e fui agredido por Wendel Lagartixa”, denuncia Josué, estudante de Ciências Sociais da UFRN.

O ato registrou, ainda, incêndio a um ônibus, responsável pelo transporte das famílias que ocupavam a unidade do Carrefour da Zona Norte.

Solidariedade

Ao final do ato, lideranças do movimento gravaram um vídeo de solidariedade aos dois dos quatro manifestantes que foram presos na última quarta-feira (6) durante protesto na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) contra a privatização da ompanhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp). Em audiência na quinta (7), a Justiça definiu que Hendryll Luis e Lucas Carvente seguirão sob custódia, enquanto Vivian Mendes e Ricardo Senese foram liberados mediante pagamento de fiança de um salário mínimo cada.

O grupo foi preso em meio à violência policial registrada na Alesp no contexto da votação que aprovou o projeto do governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) de privatização da Sabesp. Foram 62 votos favoráveis e 1 contrário – partidos de oposição se recusaram a participar da votação após as cenas de violência registradas no plenário.

Campanha Natal Sem Fome 

O Natal Sem Fome e Sem Miséria denuncia a questão da fome. Além disso, organiza uma grande rede de distribuição de alimentos e brinquedos no Natal para milhares de famílias de baixa renda em todo Brasil.

Em Natal, o MLB possui três ocupações urbanas: Emmanuel Bezerra, na Ribeira; Valdete Guerra, no Planalto, e Palmares, nas Rocas.

Como ajudar 

Pix: [email protected]

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.